Share Button

Vários fãs foram pegos de surpresa com o anúncio de um remake para maiores de “Hellboy“, sem a participação do diretor Guillermo del Toro e do ator Ron Perlman, dupla responsável pelos filmes de 2004 e 2008.

Nos últimos anos, ambos os cineastas declararam várias vezes interesse na produção de um terceiro filme, mas que nunca chegou a acontecer por falta de interesse dos estúdios, segundo revelou o próprio Del Toro em entrevistas passadas.

“Guillermo me disse que a finalização da trilogia seria algo como, em escalas maiores, uma incrível ideia cinematográfica e teatral, então achei essencial que fizéssemos. Os filmes foram criados para ser uma trilogia, com um começo, meio e fim. Só fizemos dois terços disso, então sinto que não teremos realmente terminado até fazer este”, Perlman comentou em entrevista em 2015.

Sobre a história do terceiro filme, ele chegou a dizer: “Puta merda, ele [Hellboy] é a besta do Apocalipse. Ele precisa derrubar a civilização. Ele precisa. Não é algo negociável. Essa é a base dessa história, por isso acho que seria uma vergonha não fazer dessa forma”.

Após a revelação do remake ontem a noite e sua substituição por David Harbour (o xerife Jim Hopper de Stranger Things) , Perlman se pronunciou no Twitter em resposta aos fãs:

Recebendo um monte de amor no twitter esta noite. Estou sentindo isso. Estou adorando. Muito obrigado a vocês, que são leais…

Del Toro também declarou seu amor à Perlman, que respondeu ao amigo: “Eu também, irmãozinho. Juntos, através da vida…

Vários fãs responderam aos twitters dos dois mostrando todo o seu apoio e indignação.

O roteiro do novo Hellboy será escrito pelo criador Mike Mignola ao lado de Andrew Cosby (2 Guns) e Christopher Golden (autor do livro Of Saints and Shadows) e tem o título provisório de “Hellboy: Rise of the Blood Queen”.