História do Videogame

História dos Games | Qual foi o primeiro jogo de Mundo Aberto?

Ninguém chega a um acordo!

Um jogo de mundo aberto é aquele que tem um espaço livre onde o jogador pode explorar de modo não linear, com várias formas de você conseguir alcançar determinado objetivo. Geralmente, os games são desenhados para completar uma missão de modo muito objetivo e linear, seja “passar de fase”, ou “derrotar o chefe”, “vencer o inimigo”. Já o Mundo Aberto, como o nome sugere, é um espaço para o jogador explorar e fazer o que quiser, mesmo que ele tenha uma história e uma continuidade.

Justamente por isso, é difícil definir quando que “nasceu” o gênero, não havendo consenso entre os especialistas em jogos eletrônicos e cada um dando sua opinião sobre qual seria o primeiro do gênero. No ano de 1970, por exemplo, a SEGA lançou um arcade chamado “Jet Rocket” que, mesmo não sendo um videogame, ele era um protótipo do que veio a ser o gênero de simulação de voo, e ele dava liberdade para o jogador fazer o que quiser.

Em 1975, o arcaico computador “PLATO” teve um jogo de aventura em texto que oferecia um gameplay não linear, e o mesmo vale para o jogo Colossal Cave Adventure no ano seguinte.

Muitos argumentam que o “mundo aberto” como conhecemos hoje tomou forma com o jogo Elite de 1984, que é um simulador espacial onde o jogador podia fazer o que quiser. Já outros defendem que o RPG Ultima, de 1981 para o Apple II, é o primeiro, considerando que é um RPG que tinha um mapa do mundo onde o jogador podia fazer o que quiser e entrava nas cidades e cavernas, algo que veio a ser bem comum nos JRPGs.

Já o primeiro game tridimensional que pode ser considerado oficialmente como o “primeiro jogo de mundo aberto em 3D” foi o Mercenary, de 1985, lançado para computadores. Este era renderizado em gráficos 3D e as pessoas cumpriam missões de modo não linear.

A IGN norte americana defende que o primeiro Mundo Aberto realmente influente como conhecemos hoje está no primeiro The Legend of Zelda para o Nintendinho em 1986. Dez anos mais tarde aconteceria o mesmo com o Super Mario 64 no universo 3D, que também apresentava um mundo aberto explorável, mesmo que ele tivesse o sistema de fases.

Shenmue, lançado para o Dreamcast em 1999, foi, indiscutivelmente, a origem dos jogos de “Cidade Aberta”, sendo um subgênero que vemos hoje em dia em muitos games, como os games do Homem Aranha e GTA, por exemplo.

Nessa época, ele era chamado de “FREE” (“Full Reactive Eyes Entertainment”) e dava aos jogadores a liberdade de explorar uma cidade que tinha seu próprio ciclo de dia e noite, e cada um dos NPCs, sem exceção, tinha sua própria rotina diária, tendo um nível impressionante de interatividade até mesmo para os dias de hoje.

Depois de Shenmue, os jogos de Mundo Aberto “deslancharam”, vindo também Grand Theft Auto III, Fallout II, Deadly Premonition, e Yakuza, sendo este último da própria SEGA.

Artigos relacionados