Share Button

Kevin Feige, o chefão da Marvel Studios e o principal responsável pelo Universo Cinematográfico da mesma, revelou em recente entrevista que o filme solo do Homem-Aranha vai explorar ainda mais o que foi visto em “Capitão América: Guerra Civil” (leia nossa crítica).

A presença dele em Guerra Civil foi para servir como contraponto. Os outros heróis compartilham muita história juntos. Eles lidam com muita angústia, questões geopolíticas, é pesado. E esse garoto basicamente sente que ganhou na loteria. O homem mais famoso do mundo, Tony Stark, pede para ele ir a Alemanha ficar com os Vingadores e ele ama cada minuto disso“, disse ele sobre a participação do herói no recente filme da Marvel.

Toda essa diversão… É quem o Homem-Aranha é. Nós podemos e vamos entregar muito mais disso em Spider-Man: Homecoming. Vocês já viram nos quadrinhos, ele fala o tempo todo… É assim que vemos o Homem-Aranha, e é isso que amamos nele“, finalizou.

E falando em “falar o tempo todo“, recentemente surgiu uma curiosidade na internet, de que o Aranha de “Guerra Civil” possui mais diálogos do que o Superman em “Batman vs Superman” (sim, alguém contou, foi 47 contra 43). Já imaginou um filme com os tagarelas Aranha e Deadpool juntos?

O filme solo do Aranha, oficialmente batizado de “Spider-Man: Homecoming“, está previso para julho de 2017, estrelando Tom Holland como Peter Parker/Aranha, Marisa Tomei como Tia May e a cantora Zandaya como uma personagem chamada Michelle, talvez um interesse amoroso para o herói.

Recentemente foi confirmado que Robert Downey Jr fará uma participação como Tony Stark/Homem de Ferro e que as negociações com Michael Keaton para viver o vilão Abutre fracassaram. Jon Watts dirige, e o roteiro ficou por conta de John Francis Daley e Jonathan M. Goldstein (Quero Matar Meu Chefe).