Share Button

Divulgação

Um homem de Niigata, Japão, foi preso em março por modificar e revender jogos de Pokémon do portátil Nintendo 3DS, segundo informações do jornal Yomiuri Shimbun (via ANN).

Este caso marca a primeira detenção desta acusação desde que a Lei de Prevenção à Concorrência Desleal foi revista em novembro do ano passado, com o objetivo de reprimir o modding e pirataria no Japão.

De acordo com o relatório, um homem de 30 anos oferecia seus serviços para a modificação de jogos do 3DS, que envolviam pegar os dados de um jogo Pokémon comprado de segunda mão e sobrescrever os dados de outros jogos.

Ele então vendia esses jogos alterados por cerca de 10 mil ienes (ou cerca de R$ 350, na cotação do dia).

Após sua prisão, o homem admitiu a culpa. Ele foi condenado a pagar uma multa de 300.000 ienes (R$ 10.471,00).

Nos últimos anos, houve um aumento do combate contra crimes de pirataria no Japão, não só no setor de jogos como também na indústria de animes e mangás piratas, especialmente em títulos de Pokémon, que é extremamente popular no país.