Share Button

Demolidor - Marvel - Netflix - Matt Murdock

Abril é o primeiro mês nerd do entretenimento em 2015. Com as estreias de Game of Thrones neste domingo, a série do Demolidor e o segundo filme dos Vingadores (A Era de Ultron), os fãs de séries de TV e dos quadrinhos terá um prato cheio. A série do Demolidor é a terceira série que acompanha a nova fase de entretenimento da Marvel, e a primeira no Netflix. Nos EUA já tivemos a série da SHIELD (que está passando atualmente nas madrugadas da Globo, e a primeira temporada tem no Netflix) a série da Agente Carter (o par romântico inicial de Steve Rogers, o Capitão América) e agora temos a série do Demolidor, que foi disponibilizada hoje no Netflix.

A série será uma das 5 séries que teremos no serviço de séries/filmes sob demanda. O objetivo do acordo da Marvel, do Netflix e da TV americana ABC é de termos 5 séries, sendo 4 baseados nos seguintes heróis: Demolidor, Luke Cage, Jessica Jones e Punho de Ferro. Depois, as 4 séries se juntarão nos Defensores, grupo de super-heróis urbanos, prometendo também ligações com o universo cinematográfico da Marvel, e que terá diversos filmes nos próximos anos (culminando em Vingadores: Guerra Infinita).

Com 13 episódios, a série do Demolidor começou muito bem, explicando, de forma resumida, a origem de Matt Murdock e intercalando cenas do passado do herói (quando ele era criança) com a realidade atual, onde ele é advogado durante o dia e vigilante durante a noite. O início, claro, é bem complicado para ele e o seu sócio, por conta deles não terem dinheiro direito para ter um escritório de advocacia, e tendo de arrumar um cliente rapidamente.

A primeira cliente é Karen Page, que acordou ao lado de seu antigo chefe, que foi assassinado, e por conta de alguns acontecimentos que os mandantes não previram, ela consegue escapar de ser indiciada, se tornando uma espécie de secretária do escritório, enquanto que, durante a noite, Murdock começa a combater o crime com uma roupa e máscara preta.

Demolidor - Marvel - Netflix - Matt Murdock (Charlie Cox) and Karen Page (Deborah Ann Woll)

Por conta de sua condição de cego (por conta de um acidente com lixo tóxico) Matt consegue aperfeiçoar os outros sentidos, se tornando uma espécie de sonar, capaz de detectar a origem do movimento e se tornando mestre em desviar de golpes e um exímio lutador. Com isso ele usa o cenário ao seu favor, usando como arma contra os inimigos.

Outro detalhe é que a série também traz muitas referências ao universo Marvel e, por ser uma série, ela pode trabalhar com diversas tramas sem ser muito superficial. Por exemplo a construção do Matt no Demolidor e a inserção do Wilson Fisk, que quer comandar o crime organizado em Hell’s Kitchen (bairro de Nova York onde acontece a série), e que posteriormente se tornaria o Rei do Crime, um dos principais vilões do Universo Marvel e principal vilão do Demolidor e do Homem-Aranha.

Demolidor - Marvel - Netflix - Wilson Fisk

Da parte técnica, os primeiros episódios impressionam na qualidade, principalmente nas cenas de ação com combates (que não são confusas), e não dá pra tirar da cabeça algumas semelhanças com a série Arrow, da DC e com o Arqueiro Verde. Vigilantes noturnos se tornam uma constante nas séries de super-heróis, mas a diferença de Demolidor para o Arrow, é que em Demolidor tem referências diretas ao próprio universo, elemento que o Arrow só começou a ter na segunda temporada quando foi aprovado o piloto da série do Flash. Citações à “destruição de Nova York” ou mesmo a frase de um dos personagens mencionando a armadura do Homem de Ferro e o martelo mágico (de Thor) situam a série como “depois dos Vingadores”, e muito do que surgiu depois do filme teve ligação direta em situar o filme/série após os acontecimentos extremos de Nova York.

Uma das vantagens do Netflix é que eles podem disponibilizar a temporada completa, e os assinantes podem assistir tudo de maneira cadenciada, ou ver tudo de uma só vez. Claro que eles também fazem o modelo clássico ao disponibilizar um episódio por semana (como a série Better Call Saul, derivada de Breaking bad), mas esse modelo é bem interessante por ter um modelo mais coeso e fechado. Só que como não assisti toda a temporada, fico curioso em saber como que será no futuro, mas é uma incógnita se o herói terá uma segunda temporada posteriormente.

Demolidor - Marvel - Netflix - 01

Se o Netflix conseguir mais assinantes e/ou uma audiência maior por conta da série, certamente eles irão produzir mais temporadas, ou mesmo ter outros heróis. Com isso, a Marvel caminha para ter mais personagens sendo retratados, e os fãs conseguirão linkar todas as peças do quebra-cabeças, culminando nos próximos filmes e que pode até ter uma junção de todos os heróis em um filme ou série mais ambiciosa. Claro que não dá pra prever se os filmes e séries conseguirão ter o retorno de investimento que justifique ter mais filmes, mas por hora os fãs de quadrinhos e de séries podem aproveitar. A série, até onde assisti, está espetacular!