Share Button

Atenção para spoilers do filme adiante!

Em um dos pequenos detalhes mostrados em “Star Wars: O Despertar da Força” que intrigou alguns fãs, acontece quando Leia, nas cenas finais do filme, abraçou Rey (uma completa estranha para ela) e não Chewbacca, depois que Han Solo é morto por Kylo Ren, considerando a longa amizade entre os dois.

Em entrevista para o site SlashFilm, o diretor JJ Abrams admitiu que cometeu um grande erro nessa cena.

Esse provavelmente foi um dos erros que eu cometi. Meu pensamento na época era que Chewbacca, apesar da dor que estava sentindo, estava focado em tentar salvar Finn e cuidar dele. Então eu foquei em Rey, e nela encontrando Leia e as duas se conhecendo. E essa reunião seria tanto o primeiro encontro das duas quanto uma espécie de lamentação pela perda mútua das duas”, justificou.

A ideia é a de que as duas são fortes na Força e nunca tinham se conhecido, mas sabiam da existência uma da outra — Leia ouviu falar de Rey fora do que apareceu no filme e Rey, obviamente, obteve informações sobre quem era Leia. Este encontro seria um dos principais para as duas no filme, resultando na união de uma perda mútua para compartilhar sua dor“.

Abrams entendeu a frustração dos fãs e assumiu a culpa por fazer entender, aparentemente, que Leia ignorou Chewbacca naquele momento de dor, e que não era essa a intenção que ele [o diretor] queria passar.