Share Button

As polêmicas que rodeiam o famoso (nem sempre pelos motivos certos) “Fallout 76” realmente não param. Desta vez, um jogador foi banido com mais de 900 horas no distópico “simulador” de sobrevivência em um futuro retrofuturista. O motivo? Excesso de munição.

Em sua defesa, a Bethesda alegou que o indivíduo se beneficiou irregularmente de um glitch responsável por duplicar itens. A desenvolvedora realmente não gostou da prática do usuário, punindo-o para servir de exemplo.

Por meio de fóruns estrangeiros, o jogador banido afirmou que o seu banimento aconteceu depois de denúncias de terceiros. Afirmou, ainda, ter chamado uma certa “atenção negativa” quando foi flagrado trocando itens com um novato.

A Bethesda prometeu desbloquear a conta do aplicado gamer assim que o bug fosse resolvido; contudo, até o presente momento, ele permanece bloqueado – e reclamando publicamente, incessantemente.