Share Button

Divulgação

Mark “Letw1k3” Danilov, um jogador russo de 14 anos que representa a Gambit eSports, foi retirado de sua partida solo na final da Copa do Mundo de Fortnite por “espiar” o telão para os espectadores do torneio. As informações são do site Polygon.

Depois de vários avisos para o jogador, uma penalidade foi avaliada e ele foi retirado da partida“, disse o representante da Epic. “Ele não foi desqualificado e não será multado“.

De acordo com as regras oficiais da Copa do Mundo, não é permitido ver nada além de sua própria configuração no evento. Os jogadores não podem receber “assistência externa em relação à localização de outros jogadores, saúde ou equipamento de outros jogadores, ou qualquer outra informação que não seja conhecida pelo jogador pelas informações em sua própria tela (por exemplo, olhando ou tentando olhar em monitores de espectador enquanto está em uma partida)“.

Como o jogador não foi desclassificado, ele ainda pode receber seus ganhos ao participar da partida, que pode chegar a um mínimo de US$ 50 mil.

Em entrevista, Letw1k3 alega que ele olhou ao redor porque ouviu um barulho, e essa informação provocou indignação entre os fãs que acreditam que a remoção do jogador foi injusta.

No entanto, a Epic diz que Letw1k3 recebeu vários avisos para parar de olhar para as telas internas atrás dele.

As regras de “exibição de tela” não estão limitadas a Fortnite – no passado, a Riot Games multou um jogador de League of Legends em US$ 30 mil pela mesma infração.