GamesNotícias

Jogo de tiro tático Six Days in Fallujah terá mapas procedurais para aumentar o realismo

A Victura e a Highwire Games anunciaram que Six Days in Fallujah, seu novo jogo de tiro tático em primeira pessoa, ganhou um novo trailer mostrando a jogabilidade e utilizará uma tecnologia de “Arquitetura Procedural”, que remodela o campo de batalha cada vez que o jogo é jogado, renderizando edifícios inteiros e blocos da cidade processualmente. A razão para isso é aumentar o grau de realismo do jogo, para que os jogadores sintam um pouco da tensão dos soldados ao entrarem em um lugar desconhecido.

“Os fuzileiros navais nos disseram que nunca sabiam o que os esperava atrás da porta”, disse o diretor criativo de Six Days in Fallujah, Jaime Griesemer. “Mas, em videogames, jogamos os mesmos mapas indefinidamente. O simples fato de saber o layout de um edifício com antecedência torna um encontro de combate em um videogame muito diferente do combate real.”

“Memorizar mapas é falso. É simples assim”, disse o sargento Adam Banotai, que liderou um esquadrão de fuzileiros navais bloco a bloco em Fallujah. “Entrar em um prédio ou bairro desconhecido é assustador. Você não tem ideia do que está para acontecer, e esta é uma das razões pelas quais tivemos tantas baixas.”

“Com a Arquitetura Procedural, nem mesmo o designer do jogo sabe o que está para acontecer em Six Days in Fallujah”, de acordo com o CEO da Victura, Peter Tamte. “E a melhor maneira de superar essa incerteza é empregando táticas militares reais, assim como você faria se estivesse realmente lá.”

Six Days in Fallujah recria histórias verdadeiras da Segunda Batalha de Fallujah em 2004, com a ajuda de mais de 100 fuzileiros navais, soldados e civis iraquianos que estiveram presentes durante o acontecimento. Seu lançamento está programado para PC e consoles no final de 2021.

Artigos relacionados