Share Button
Yami não resistiu aos ferimentos e morreu na noite da última quarta-feira (Foto: Reprodução)

Na noite da última quarta-feira (20), o estudante de Segurança Pública e membro da Atlética eSports da Universidade Federal Fluminense (UFF), Klinsmann “Yami” Araújo, morreu vítima de bala perdida.

Encaminhado para a cirurgia, o rapaz de 25 anos não resistiu aos ferimentos e acabou indo a óbito. Yami foi atingido em um tiroteio que aconteceu durante uma perseguição policial, no bairro da Fonseca, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Logo após a confirmação da sua morte, a diretoria da atlética se pronunciou em seu Twitter e escreveu um texto de despedidas para o jogador, que atuava na rota superior do time Tier 2 Blue da universidade.

“Além de um excelente jogador, ótimo top laner da nossa line-up Tier 2 Blue, perdemos um amigo, companheiro e um admirável ser humano, sempre realizando boas ações e resgatando filhotinhos de gatos abandonados e cuidando com muito zelo. Não temos palavras que traduzam a dor que toda a A2E-UFF sente hoje e sentirá por muito tempo. Temos orgulho da pessoa brilhante que você foi e é nosso papel mantê-lo vivo em nossa memória”, escreveu.