Share Button

O PSP pode ser bem popular no Japão, mas nos EUA a situação é bem diferente, vendendo apenas uma fração em relação ao seu rival.

Segundo Rob Dyer da Sony, a  desenfreada pirataria de jogos do PSP  “é com certeza o maior problema”. A empresa teria um plano para combater o problema, “que será capaz de não parar, mas diminuir a pirataria nos primeiros 30 a 60 dias, sob uma perspectiva de tecnologia”.

“Há um código que se pode inserir e que estamos ajudando as produtoras a implementar e dar às pessoas ao menos uma vida útil de 60 dias antes que ele apareça no BitTorrent”, disse Dyer em entrevista ao site Gamasutra.

Ele também disse que “não vai te enrolar”, que o PSP não tem tido grandes lançamentos recentemente, mas que os “títulos grandes” estão em produção e estarão disponíveis na E3. Metal Gear Solid: Peace Walker, Resident Evil Portable e Toy Story 3 são apenas alguns dos grandes títulos que estão por vir.