GamesNotícias

Mais de 50 mil jogadores já foram banidos em Call of Duty: Warzone

A Infinity Ward divulgou que não está para brincadeira quando o assunto é banir trapaceiros em Call of Duty: Warzone. De acordo com o estúdio, desde o lançamento do game, mais de 50 mil jogadores foram permanentemente banidos do jogo mundialmente.

Para combater jogadores desonestos, a produtora diz que monitora Warzone 24 horas por dia e 7 dias por semana para “investigar dados e identificar potenciais infrações”. As equipes, então, “analisam todos os possíveis hacks e trapaças, incluindo identificar o uso de aimbots, wallhacks e mais.”

Ainda segundo a Infinity Ward, todos os relatos que são recebidos dentro do jogo “são analisados e filtrados com base em dados chaves.” Quando terminadas as investigações, o banimento vem “o mais rápido possível”.

A desenvolvedora também disse que vem trabalhando para melhorar a forma como os jogadores podem lhe informar a respeito de possíveis trapaceiros, havendo planos para melhorar a interface disso dentro do jogo.

Por fim, a Infinity Ward reconhece que não existe uma solução definitiva para combater os jogadores trapaceiros, sendo este um “esforço constante” e ininterrupto, mas garante que continuará “comprometida em garantir uma divertida e justa experiência para todos.”

Call of Duty: Warzone pode ser jogado de graça no PC (Battle.net), PlayStation 4 e Xbox One.

Artigos relacionados