Share Button

Enquanto muitos norte-americanos comemoraram ontem (23) o Dia de Ação de Graças e se preparam para as festividades natalinas, os empregados do estúdio Gazillion não estão na mesma vibe de comemorações.

De acordo com informações do site PCGamesN, para assegurar a sobrevivência da produtora de “Marvel Heroes” no mercado (especulações dizem que pode inclusive fechar as portas), a empresa teve que despedir vários funcionários sem indenizações, isso um dia antes da Ação de Graças.

Os próprios empregados fizeram as acusações em redes sociais e um email vazado de David Von Dorman, CEO da Gazillion, confirma as informações. O email informa aos funcionários que houve “uma redução da força em toda a empresa” e que “o banco decidiu não prosseguir com qualquer ação que considere a Gazillion continuar de forma significativa no Ano Novo e isso exige que a empresa encerre sua força de trabalho“.

O email também afirma que a empresa encerrará as atividades do jogo Marvel Heroes Omega nesta sexta-feira (24), uma decisão feita pela própria Disney/Marvel, ao contrário do que foi anunciado no site oficial, que dizia que os servidores do jogo continuariam ativos até o dia 31 de dezembro. Aparentemente, o motivo envolve o fim do contrato entre a Marvel e a publisher do game.

Tivemos o privilégio de entreter e colaborar com nossos jogadores por mais de quatro anos. Estamos extremamente honrados por esse privilégio e queremos transmitir esta mensagem: obrigado. Obrigado a nossos jogadores, nossos funcionários incansáveis e todos os envolvidos na vida de Marvel Heroes, Marvel Heroes 2015, Marvel Heroes 2016 e Marvel Heroes Omega“, diz parte do comunicado, publicado em 15 de novembro.