Share Button
– um retorno à geração 8 Bits –

Assim como o jogo anterior, Mega Man 10 é uma viagem às suas origens 8 Bits. Disponível apenas para download nas redes de serviço WiiWare, PSN e Xbox Live, o título foi criado pela produtora Inti Creates, a mesma que desenvolveu as séries Mega Man Zero e Mega Man ZX.

Você é um jogador das antigas, do tempo do nintendinho? Então certamente vai amar MM10, feito especialmente para jogadores e fãs como você. E para os novatos é uma boa aula para ver como eram os games na década de 1980.

Assim como há quase 30 anos atrás, os gráficos, sons e jogabilidade de MM10 remetem ao passado glorioso do Nes, que teve os seis primeiros jogo Mega Man.


História

Um vírus chamado Roboenza está infectando todos os robôs, causando mal funcionamento, incluindo a irmã de Mega Man, Roll. O arqui-inimigo de Mega Man, Dr Willy, afirma que não tem  nada a ver com isso e que estava construindo uma máquina para curar a doença, mas que os robôs infectados a roubaram. Ingenuamente, Mega Man decide ajudar Dr Willy, com a ajuda de seu irmão, Proto Man, recuperar a máquina e acabar com a terrível doença.

História bem simples, pegando carona na onda da H1N1, com oito robôs para enfrentar, você ganha uma arma cada vez que vence um deles e aquela história toda já conhecida. Mas se você é das antigas, vai notar uma diferença da época do Nes já no início: a possibilidade de se escolher o modo easy (fácil). Seus ataques tiram mais energia dos inimigos, que estão em menor número na tela e mortes certas de abismos, espinhos e outras armadilhas serão poupadas. Esse modo é ideal para quem nunca jogou a série e não sabe o que esperar. São oito fases que podem ser completadas na ordem em que você quiser, mas como de praxe, existem inimigos que serão mais facilmente derrotados se você tiver uma determinada arma, o que vai exigir uma certa ordem na escolha de fases, e uma certa estratégia para saber qual arma usar contra qual inimigo, mas nada impossível caso você queira variar e trocar as ordens. Uma boa novidade é que agora é possível trocar a arma quando quiser, sem precisar ir ao menu.


Já no modo normal a coisa é bem diferente. Se você achou o MM9 difícil, o 10 possui uma dificuldade um pouco mais elevada, com cenários bem planejados cheios de armadilhas e inimigos espalhados por toda parte. Os chefes de fase também oferecem um desafior maior. Porém, os últimos estágios, estão mais fáceis, sendo possível visitar a loja de itens para recarregar suas energias. “Mamata” que antigamente não tinha.

Além de Mega Man, você pode jogar com o cultuado Proto Man, (disponível via download em MM9) que teve sua estreia em Mega Man 3. Ele é mais forte que Mega Man, podendo carregar os seus ataques e poder deslizar pelo chão, mas por outro lado recebe mais dano dos inimigos, o que torna mais difícil jogar com ele.

Temos alguns desafios como “passar o jogo sem sofrer dano” ou “passar o jogo em menos de uma hora”. Temos também novos modos de jogo em forma de minigames, como “matar todos os inimigos” e “chegar até ao final do nível”, além do modo Time Attacks online, para competir entre os fãs de todo o mundo, o que aumenta bastante a longevidade do título.

 

Em termos gráficos, som e jogabilidade todos já sabemos o que esperar. É Mega Man 8 Bits, com gráficos retros com cenários bem detalhados e inimigos bem variados. A trilha sonora não possui temas muito inspirados, exceto por uma ou outra música, mas a maioria é passável.

Para quem gosta de conteúdos extras via download, já estão anunciadas diversas fases bônus, o modo infinito e um terceiro personagem jogável, o Bass (robô preto que apareceu em Mega Man 7).
mega_man_10_final_bosses_with_bosses_by_thormeister-d658kos