Share Button

E finalmente a Microsoft resolveu escutar os  milhares de fãs e anunciou uma versão mais barata do seu videogame de nova geração Xbox One, SEM o sensor de movimentos Kinect, reduzindo o valor do aparelho em US$ 100, ficando igual ao do rival PlayStation 4, no preço de US$ 400.

Segundo a empresa revelou nesta terça-feira (13), o novo console será vendido nos Estados Unidos a partir de 9 de junho. Ainda não há um pronunciamento oficial de quando, ou quanto, o Xbox One sem o Kinect chega ao Brasil.

Ouvimos que vocês querem mais opções ao comprar o Xbox One, por isso lançamos o console sem o Kinect. Mesmo assim, continuamos acreditando na nossa visão que o Kinect é parte importante dos nossos serviços. Mais de 80% dos nossos usuários usam os recursos do sensor todos os dias“, disse Phil Spencer, chefe da área de Xbox na Microsoft.

O preço de US$ 500 foi um dos principais problemas do console contra o concorrente PS4, que saiu na frente nas vendas da nova geração, ultrapassando os sete milhões de unidades vendidas no mundo, enquanto o Xbox One está na casa dos cinco milhões.

Desde o lançamento do One, a Microsoft vem negando pedidos para que vendesse o aparelho sem o Kinect, alegando que o periférico é um dos grandes diferenciais da nova geração. Vários analistas de mercado como Michael Pachter e profissionais da indústria como Peter Molyneux, já reclamaram do sensor de movimentos, dizendo que a empresa norte-americana estava perdendo dinheiro por optar em não vende-los separados.

Ao que parece, as disputas de vendas ficarão mais acirradas nos próximos meses.