GamesNotícias

Atualizado: CEO da Bungie diz ser “falso” o rumor sobre negociações com a Microsoft para compra do estúdio

Atualização:

Pete Parsons, CEO da Bungie, disse no Twitter ser falsa a informação de que a Microsoft e a Bungie negociaram a respeito de uma aquisição do estúdio pela Microsoft.

Artigo original:

A Microsoft e a Bungie mantiveram negociações para uma eventual compra por parte da Microsoft, de acordo com um novo relato divulgado no podcast da página GamesBeat e corroborado pelas fontes da Eurogamer.

Falando durante o podcast, Jeff Grubb, da VentureBeat, disse ter ouvido que a Microsoft e a Bungie estiveram discutindo sobre a aquisição, mas não conseguiram chegar num acordo com relação ao preço.

Segundo a Eurogamer, essas conversas realmente ocorreram, movidas por um desejo da Bungie em levantar novos fundos para o estúdio, seus projetos e pessoal. Recentemente, o estúdio se comprometeu a um plano de desenvolvimento de três anos para Destiny 2, ao mesmo tempo que projeta novas ideias para o futuro, algo impulsionado anteriormente por um injeção de capital da distribuidora chinesa NetEase, no valor de US$ 100 milhões.

Caso a Microsoft consiga futuramente comprar a Bungie, seria algo incrível para ambas empresas. Curiosamente, a Microsoft havia adquirido o estúdio em 2000, quando ainda estava desenvolvendo Halo: Combat Evolved. Quatro sequências vieram em seguida, com ambas companhias tendo se separado quando Halo 3: ODST foi lançado em 2009. Halo: Reach, em 2010, foi o último jogo da empresa para a franquia que criou, ficando os quatro anos seguintes ocupada desenvolvendo Destiny, que foi lançado em 2014.

Muitos jogadores vem questionando a capacidade da 343 Industries em cuidar da série Halo, que vem piorando a cada novo jogo que vem sendo desenvolvido por este estúdio que foi criado com o único propósito de tomar as rédeas da franquia. Halo Infinite, que acabou tendo de ser adiado para 2021 após uma forte recepção negativa por parte de muitos fãs, diminuindo a lista de títulos de lançamento de peso do Xbox Series, pode ter sido a gota d’água. Uma eventual compra da Bungie pela Microsoft muito provavelmente faria com que Halo voltasse para as mãos de seus criadores.

Apesar do negócio entre a Bungie e a Microsoft não ter sido fechado por hora, elas estão com uma parceria, já que Destiny 2 e as expansões Forsaken e Shadowkeep agora encontram-se disponíveis no Xbox Game Pass, algo que também ocorrerá com nova expansão Beyond Light.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo