Share Button

Divulgação

Uma jogadora de Pokémon Go de 21 anos morreu na sexta-feira passada após testemunhar um assalto à mão armada enquanto jogava o game com o namorado, perto de sua casa. As informações são do portal KRQE.

O caso aconteceu em Albuquerque, Novo México (EUA), e os criminosos ainda estão à solta e nenhum suspeito foi identificado.

Segundo a polícia local, a vítima, chamada Cayla Campos (imagem acima), e outras testemunhas observaram dois indivíduos cometerem um assalto a carro em uma avenida.

Campos estava dentro de seu carro e, quando ela tentou se afastar da cena, vários tiros foram disparados contra o veículo, com pelo menos uma bala acertando a parte de trás do seu pescoço.

Ao ser baleada, a jovem perdeu o controle do carro, que colidiu com uma casa.

Segundo o relato de uma amiga, Campos e seu namorado faziam a rota que faziam regularmente durante a noite, circulando pelo parque, jogando Pokémon Go, antes de irem para o apartamento localizado nas proximidades.

“Isso está acabando comigo”, disse o pai de Campos, Carl Campos, em entrevista. “A maioria dos jovens de 21 anos está em clubes. Minha filha estava jogando Pokémon GO”.

“Nenhum pai ou mãe deve enterrar um filho, não está certo. Realmente, realmente precisamos fazer algo para conseguir financiamento para essas cidades menores para ajudar a combater o crime, porque ele não está desaparecendo”.

Campos era assistente de dentista e queria ser cirurgiã oral, de acordo com o pai. Ele descreveu sua filha como “incrível” e “insubstituível” e agradeceu às milhares de pessoas que se apoiaram nas mídias sociais desde a morte dela.