Share Button

O Nintendo Switch tem como uma de suas principais funções a possibilidade de podermos usá-lo aonde quisermos e isto fez com que alguns jogadores levantassem a hipótese de que o 3DS está com os dias contados. De acordo com o Presidente da Nintendo, Tatsumi Kimishina, isso não vai acontecer.

“Graças ao nosso software, o 3DS continua a crescer. Então este negócio ainda tem seu momento. E certamente ao invés de ser canibalizado pelo Switch, nós achamos que o 3DS pode continuar em sua própria forma,” disse Kimishima ao Bloomberg.

Os números dão credibilidade às palavras de Kimishima, pois no último trimestre o portátil vendeu 2,7 milhões de unidades. Além disso, seus grandes lançamentos para o final do ano, Pokémon Sun Moon, já são os jogos mais pré-comprados da história da Nintendo. (via IGN)

Ele também disse mais sobre o que levou à criação do Switch e também sobre a possibilidade do console ganhar suporte para realidade virtual.

“Não queríamos apenas um simples sucessor do Wii U ou 3DS. O nosso conceito original era, ‘Que tipo de nova experiência podemos criar?’ E o que nós mostramos desta vez era um objeto que é tanto fixo quanto algo que você pode levar para fora e jogar com quem quiser.”

“Se você me perguntar se isso (realidade virtual) pode ser possível no futuro, certamente não podemos dizer não. Falando em como ela pode ser usada para jogos, é algo que devemos considerar. Depende das especificações do sistema. Eu não posso dizer que não temos interesse em RV porque ela oferece novas maneiras de jogar, mas isso depende do tipo de software que pode ser jogado.”

O Nintendo Switch chega em março de 2017. Haverá um evento em janeiro no qual serão reveladas mais novidades sobre o console, incluindo jogos e preço.