Share Button

Falando ao site GamesIndustry, Adam Badowski, diretor administrativo da CD Projekt Red, disse que o PlayStation 4 e o próximo Xbox podem superar o PC como plataformas principais de desenvolvimento.

Geralmente a plataforma mais fraca dita a qualidade para todos os consoles, mas visuais de ponta são a nossa característica. O PC permite mais no momento, mas as novas plataformas estão evoluindo. O PC foi a nossa principal plataforma de desenvolvimento para ‘The Witcher 2: Assassins of Kings’ porque era o mais forte, mas isso pode mudar no futuro“, explicou Badowski.

O executivo também disse que a produtora conhece bastante sobre as plataformas da próxima geração, mas que ainda não pode divulgar detalhes relacionados a elas.

O próximo game da CD Projekt, “The Witcher 3: Wild Hunt”, está em desenvolvimento para PC, PlayStation 4 e “todas plataformas com tecnologia de ponta que estiverem no mercado“.

Caçada selvagem

“The Witcher 3: Wild Hunt” trará o feiticeiro de cabelos brancos Geralt de volta, agora com sua memória restaurada e livre para perseguir novos objetivos.

Diferente dos “Witcher” anteriores, “Wild Hunt” não será dividido em capítulos e se passará em um enorme mundo aberto. Para atravessar este vasto cenário, será preciso cavalgar entre 30 e 40 minutos. Outras opções de transporte incluem caminhar, usar barcos e, claro, ‘viagens rápidas‘ entre pontos já visitados.

Geralt também terá várias missões paralelas para cumprir: são previstas cerca de 100 horas em aventuras, além de atividades paralelas como criação de itens, caça a recompensas e batalhas contra monstros diversos.

Uma mudança aguardada pelos fãs diz respeito ao papel de Geralt no mundo do jogo: com suas memórias de volta, o bruxo está cansado de lutar pela causa dos outros e partirá em busca de seu verdadeiro destino, a Caçada Selvagem. No caminho, precisará encontrar seus amigos e se envolverá nas maquinações políticas de Skellidge, Novigrad e da No Man’s Land. O feiticeiro também terá que enfrentar a invasão dos Nilfgaardian.