Share Button
Exploradores urbanos documentam ferramentas digitais esquecidas de outra época.

No coração da civilização descansam lugares abandonados. Por alguma razão, as pessoas se afastam completamente desses espaços, deixando acidentalmente para trás cápsulas do tempo cheias de objetos e equipamentos de uma outra época, incluindo computadores.

Nos últimos anos, um passatempo ousado chamado “exploração urbana” ganhou força na internet. Estes exploradores arriscam suas vidas, partes de seus corpos e até de serem presos para documentar construções abandonadas e a decadência urbana. Eles são guiados por um código de ética para não perturbar o que encontram, como diz seu lema: Não tire nada além de fotos, não deixe nada além de pegadas“.

Na galeria abaixo, vamos desvendar o mundo escondido e muitas vezes assustador de computadores abandonados em 12 fotografias que nos lembram nossa propensão ao excesso tecnológico e ao descarte de aparelhos ultrapassados.

Antes de começarmos, um aviso importante: a exploração urbana é extremamente perigosa e geralmente ilegal, então, por favor, não tente você mesmo.

1- Laboratório de Informática Escolar

Enquanto o fotógrafo Ken Fager explorava os restos abandonados da escola “Horace Mann High School”, em Gary, Indiana, encontrou seu laboratório de informática. Entre pilhas de PCs genéricos, havia algumas unidades da Apple II. Anos de vandalismo degeneraram o Platinum IIe (datado de 1987), mas estranhamente, a impressora Imagewriter II permaneceu intacta. Essas impressoras foram construídas como tanques. (Foto: Ken Fager)

2- Musgo a Bordo

A Terra não desperdiça tempo reivindicando o que é dela, mesmo que esteja na forma de uma placa de circuito eletrônica impressa. Avid Hiker Eric Koppel descobriu esta impressionante exibição da natureza tomando conta da tecnologia enquanto explorava próximo de Paterson, Nova Jersey, em 2006. (Foto: Eric Koppel)

3- Secretária do Contador


O tempo não tem sido gentil com a mesa de trabalho sob este monstruoso computador do início dos anos 80, que era usado como parte de um sistema de computadores mainframe para todo o escritório. Apesar dos anos de decadência, a máquina parece que voltaria à vida se tivesse a chance. Um livro mofado, talvez usado para armazenar dados no computador, ainda está em cima do terminal, aguardando sua nomeação com um software que há muito tempo desapareceu. (Foto: Bill Anderson)

5- Telas Quebradas


Os exploradores urbanos encontram frequentemente atos de vandalismo sem sentido cometidos antes de chegarem para explorar pacificamente uma cena. Esses dois monitores, encontrados em uma casa abandonada, podem estar amaldiçoados a ficarem sentados entre cacos de seus próprios tubos de imagem quebrados para sempre. Seu único descanso poderia vir da chegada de uma bola de demolição. (Foto: Tiffany Bailey)

6- Mídia Morta


Ao explorar os restos de edifícios abandonados, não é incomum encontrar mídias antigas de backup de computadores entre os próprios computadores. À esquerda, vemos discos removíveis do disco rígido, que já foram usados em um sistema de computador ICL ME29. Bobinas de fita magnética de 1/2 polegada (superior direita) estão esquecidas, ainda contendo backups datados de 1984. Abaixo, vemos um disquete de 8 polegadas usado uma vez para o DBase II, um popular aplicativo de banco de dados do início dos anos 80.

Ainda poderíamos ler os dados? Possivelmente, embora o software armazenado em mídia magnética desapareça ao longo do tempo. [Fotos: TranKmasT (esquerda), Hazel Whorley (superior direita), Alex Luyckx (inferior direita)]

7- PC Desabrigado

Este monitor e teclado IBM PC, datado de 1981, definitivamente teve dias melhores, mas eles criam uma bela imagem quando fotografados pelo explorador Tommaso Coerini, na Itália. (Foto: Tommaso Coerini)

8- AppleWorks


Durante o auge da linha de computadores Apple II, o AppleWorks era o principal pacote de software de produtividade. Contendo aplicativos integrados de processador de texto, planilha e banco de dados em um pacote, era o equivalente ao Microsoft Office dos anos 80. O fotógrafo Chris Luckhardt encontrou esta caixa da AppleWorks no meio do lixo e escombros num complexo de escritórios abandonados em Rochester, Nova Iorque. (Foto: Chris Luckhardt)

9- A Fera Azul


Você nunca sabe o que vai encontrar em um prédio antigo. Chris Folsom descobriu este grande mainframe Bell System dos anos 70 e o terminal de texto widescreen em Forest Haven, Maryland (Foto: Chris Folsom)

10- Sala de Lixo

Muitas pessoas têm um quarto em sua casa que acaba sendo uma lixeira para acúmulos e coisas não organizadas. O dono dessa casa de banhos de 100 anos em Clydebank, na Escócia, levou essa prática a um novo patamar: eles lotaram uma sala cheia de computadores antigos, deixaram passar 15 anos e convidaram uma grande variedade de animais para defecar em cima dele. Não sente na cadeira laranja. (Foto: Alan Third)

11- Pós-Apocalipse


O relógio parou às 12:40. Em algum lugar em Toronto, um laboratório inteiro de computadores fica congelado no tempo como uma moderna Pompeia. Mas nenhum desastre repentino atingiu essa cena sombria, capturada com um toque artístico de Michael Quigg, apenas um abandono lento e proposital. (Foto: Michael Quigg)

12- Alagado

Despido de seu case e de sua dignidade, um gabinete de computador enferrujado fica como um monumento à poluição eletrônica nas margens do rio Meduxnekeag, no Maine.

Com a profunda explosão na produção de computadores nas últimas três décadas, o lixo eletrônico se tornou um problema sério. Este computador, por exemplo, está potencialmente vazando produtos químicos tóxicos e metais pesados em uma via fluvial natural, o que significa uma má notícia para os animais e seres humanos que dependem dele para sobreviver.

Um pedaço de lixo eletrônico pode deixar um legado de poluição que dura décadas, se não séculos, o que levanta a questão: estamos abandonando computadores ou eles estão nos abandonando? (Foto: Aaron Gullison)