Curiosidades

O gênero survival horror antes do Resident Evil

Os games de terror são quase tão antigos quanto os videogames

O gênero survival horror (sobreviva ao horror em nosso idioma) é, como o nome sugere, focado na sobrevivência do protagonista em um clima de terror. Os recursos são escassos e geralmente seres horríveis, como fantasmas ou zumbis, surgem para te atrapalhar, e o jogador prossegue resolvendo enigmas. Sustos e medo são constantes no jogador. O termo foi usado pela primeira vez com o lançamento do Resident Evil em 1996, mas muitos jogos antes dele já apostavam no horror.

O primeiro game com elementos de survivor horror que se tem conhecimento é “Nostromo“, desenvolvido por um estudante japonês da Universidade de Tóquio chamado Akira Takiguchi em 1981 para os computadores da época. O game envolvia o jogador precisando escapar de uma nave e não se encontrar com um alienígena invisível, que ficava mais visível a medida que se aproximava do jogador. Nele já víamos os recursos limitados, onde o jogador precisava coletar certos itens para poder escapar e, caso não o fizesse, ele não zerava o jogo.

Em 1982 teve o game para o Atari 2600 “Haunted House“, também com elementos bem conhecidos até hoje, como a ênfase na resolução de enigmas e tendo criaturas típicas dos filmes de terror, como fantasmas e morcegos. Esse também já contava com um inventário e áreas que só podiam ser acessadas caso encontrasse determinado item. Para muitos, esse foi o primeiro jogo de survival horror justamente por ter todos esses elementos.

Já o primeiro game que dava sustos que se tem conhecimento foi “Malcolm Evans 3D Monster Maze” lançado para o Sinclair ZX81 em 1982. Este era um game em primeira pessoa onde o jogador não tinha como lutar contra o inimigo, que é um tiranossauro rex, e precisava fugir o mais rápido o possível.

Nesse mesmo ano, a SEGA lançou um jogo para arcades chamado “Monster Bash“, pioneiro em exibir muitos monstros típicos de filmes de terror, como o Drácula, Frankenstein e lobisomens. Ao longo da década de 1980 vários jogos com clima mais sombrio foram lançados, incluindo Castlevania e Splatterhouse.

No entanto, o jogo “Sweet Home” de 1989 lançado para o Nintendinho é considerado o predecessor do Resident Evil, até por ter sido criado por Tokuro Fujiwara, que futuramente criou o jogo citado. Sendo basicamente um “Resident Evil em 2D”, ele tinha zumbis, enigmas e um inventário bem limitado com foco na sobrevivência.

Sendo do gênero JRPG, ele também tentava dar uma atmosfera assustadora e contava uma história medonha e, curiosamente, o personagem que morria na equipe ficava morto permanentemente. Anos mais tarde, a Capcom quis fazer um remake desse game, mas com novas ideias surgindo, o projeto foi descartado e surgiu o Resident.

Em 1992 foi a vez da Infogrames lançar o Alone in The Dark para PC, com gráficos tridimensionais, cenários pré renderizados, jogabilidade de tanque, onde o personagem gira em torno do próprio eixo, e câmeras fixas, sendo praticamente igual a era clássica de Resident Evil e tendo forte influência sobre o mesmo e para todo o gênero survival horror.

Depois do grande sucesso do primeiro Resident Evil para o PlayStation, as empresas passaram a apostar “pesado” no gênero e surgiram vários games que “bebiam” do survivor horror, incluindo o Silent Hill da Konami; Parasite Eve da Squaresoft; Clock Tower da ASCII; Fatal Frame da Tecmo entre outros.

 

Artigos relacionados