Share Button

Nos últimos anos o famoso portal de cinema Rotten Tomatoes, que agrega críticas de sites especializados e lança uma nota média para os filmes, tem causado polêmicas entre cinéfilos e até cineastas, que criticam o sistema do site afirmando que notas muito baixas podem afetar a performance (e bilheteria) de um filme nas telonas.

De acordo com um estudo publicado nesta segunda-feira (11) pela Data & Analytics Project no Centro de Tecnologia de Entretenimento da USC (via Variety), foi revelado que as notas do RT não afetam os resultados esperados na bilheteria.

O pesquisador Yves Berquist analisou dados de filmes desde os anos 2000 e concluiu que “as notas no Rotten Tomatoes não afetam o desempenho na bilheteria de um longa-metragem, seja ela de forma positiva ou negativa“.

Ele também fez uma pesquisa isolada para os filmes lançados em 2017 e descobriu que não há uma correlação positiva ou negativa entre a pontuação do portal e as bilheterias. A pesquisa também mostrou que, ao contrário do que se pensa, os críticos são bem receptivos com filmes blockbusters (de grandes produções e orçamentos), de modo que em média, filmes que arrecadaram mais de US$ 300 milhões em bilheteria tiveram uma média de 77,5% no site de críticas durante 2017.

Ainda segundo o estudo, a principal razão pelos filmes com baixas pontuações no site se tornarem fracassos de bilheteria ou de não alcançarem o resultado desejado, é justamente pelo público estar mais exigente em relação à qualidade do produto, e que antes mesmo das críticas serem lançadas, boa parte das pessoas já sabe se vão ou não conferir algum lançamento no cinema.

E você, independente da pesquisa, acha que portais como o Rotten Tomatoes podem ou não influenciar a performance dos filmes?