Share Button

Se você ainda tinha alguma dúvida se os próximos Doom, The Elder Scrolls e Fallout poderiam ser lançados também para PlayStation, Phil Spencer esclareceu que não é esse o caso.

O chefe da divisão Xbox afirmou que é possível recuperar o investimento de US$ 7,5 bilhões gastos na compra da ZeniMax (e consequentemente da Bethesda) mesmo sem vender The Elder Scrolls VI no PlayStation.

“Temos xCloud e PC e Game Pass e nossa base de console, eu não tenho que lançar jogos [da Bethesda] para qualquer outra plataforma além das plataformas que nós suportamos para fazer com que a negociação funcione para nós,” disse Phil Spencer ao site Kotaku.

Adicionalmente, Spencer comentou sobre o Xbox Series X e Xbox Series S, dizendo acreditar que a Microsoft venderá todas as unidades que conseguir disponibilizar neste final de ano. Ele acha, inclusive, que a demanda vai superar a oferta da pré-venda, algo que aliás já estamos vendo, com o Xbox Series X esgotado em muitos lugares.

O executivo também falou sobre Halo Infinite, que inicialmente estava previsto para ser lançado com o Xbox Series, mas precisou ser adiado após a repercussão negativa que o vídeo de sua jogabilidade causou. Spencer disse ter jogado o game há uma semana, mas que por hora não há atualizações sobre ele a serem feitas no que diz respeito a quando será lançado. O mesmo vale para Everwild da Rare, o novo Fable da Playground Games ou o port de Microsoft Flight Simulator para consoles. Todos continuam sem uma data de lançamento.

A entrevista é bem longa e também aborda exclusivos cross-gen, o tamanho dos arquivos dos jogos e o armazenamento dos consoles, a conexão com a Nintendo e mais. Para ler na íntegra, basta acessar este link.