Share Button

Com a chegada do Xbox One X nesta terça-feira, dia 7, a Microsoft afirma que começará a focar mais no desenvolvimento de novos jogos.

De acordo com o chefe do Xbox, Phil Spencer, a empresa planeja aumentar o investimento para desenvolver seus próprios jogos, incluindo a realização da abertura ou aquisição de estúdios para atingir este objetivo. Algo muito bem vindo, que vai na direção contrária do que a Microsoft fez nos últimos anos, quando fechou estúdios, cancelou jogos e, com isso, enfrentou duras críticas dos jogadores pela ausência de mais títulos first party.

“Nós precisamos crescer e eu estou ansioso em fazer isso,” disse Spencer. “Nossa capacidade de criar conteúdo deve ser um dos nossos pontos fortes. Não investimos sempre no mesmo nível. Nós passamos por altos e baixos no investimento.”

É um fato inegável que alguns dos jogos mais bem sucedidos da Microsoft para Xbox foram títulos que ela mesma distribuiu, como é o caso das franquias HaloGears of War, mas nos últimos anos a empresa diminuiu o desenvolvimento de jogos próprios, disse Spencer. Há um ano, a Microsoft fechou dois estúdios, Lionhead no Reino Unido, responsável pelo cancelado Fable Legends, e Press Play na Dinamarca, que estava desenvolvendo o jogo de sobrevivência Knoxville. Houve também o cancelamento de Scalebound, da Platinum Games.

Essa declaração da empresa para investir na criação de mais títulos próprios e a recente promoção de Spencer para o cargo de vice-presidente executivo da área de jogos, mostra que a Microsoft está levando a sério a ideia de focar no segmento gamer. Vale lembrar que em julho de 2014 o CEO, Satya Nadella, embora tenha ressaltado a importância do mercado de jogos, disse que não era um dos pontos de principal foco da Microsoft, ou seja, a situação realmente mudou de lá para cá.

Outra declaração que reforça esse comprometimento da Microsoft com jogos próprios foi a fornecida pela gerente de publicação do Xbox, Shannon Loftis, em resposta ao site GameSpot, onde falou que a empresa tem mais games a caminho, que encontram-se em desenvolvimento mas não estão sendo divulgados pela empresa no momento.

“Acredito que nossa oferta [de exclusivos] é boa e sólida. Eu definitivamente ouço que os jogadores querem mais,” disse Loftis. “Nós temos mais a caminho; mais jogos que estão sendo produzidos sobre os quais não estamos falando atualmente.”

Ela também defendeu o programa Xbox Play Anywhere que permite jogar os games tanto no Xbox One quanto no PC.

“Eu não vejo nada de errado em oferecer jogos em mais plataformas para mais jogadores, especialmente no caso de títulos multiplayer.”

Via Bloomberg