Share Button

Na semana passada, a desenvolvedora Sledgehammer Games lançou Call of Duty: WWII, o qual levou a série de volta às suas raízes, ou seja, a 2ª Guerra Mundial, algo que não acontecia desde 2008. Contudo, este nem sempre foi o plano do estúdio.

Durante uma entrevista com a Newsweek, o CEO da Activision, Eric Hirshberg, revelou que a desenvolvedora queria criar uma sequência para seu título de 2014, Advanced Warfare, que possui uma ambientação com armas futuristas e exoesqueletos. Entretanto, a Activision percebeu a imensa demanda por um novo jogo da 2ª Guerra Mundial, e decidiu deixar essa tarefa nas mãos da Sledgehammer.

“Nós sabíamos que eles se tornariam historiadores, que eles abordariam com autenticidade, dando-lhe um tremendo cuidado e também sabíamos que capturariam a escala indescritível da 2ª Guerra Mundial.”

Particularmente adorei o fato da Sledgehammer Games ter decidido criar um Call of Duty com a temática da 2ª Guerra Mundial. Estou jogando atualmente e me divertindo bastante.

Call of Duty: WWII foi lançado para PS4, Xbox One e PC no dia 3 de novembro. Quem comprou o jogo no console da Sony receberá acesso aos pacotes de mapas com 30 dias de antecedência em relação às outras duas plataformas.

Via DualShockers