Share Button

Conhecida por NieR: Automata, lançado no ano passado para PS4 e PC, e também por estar trabalhando em Bayonetta 3 para Switch, a Platinum Games quer, no futuro, possuir um modelo de auto-publicação similar ao adotado pela Ninja Theory.

O chefe de desenvolvimento, Atsushi Inaba, e o co-fundador, Hideki Kamiya, disseram ao Games Industry no evento Reboot Develop que o envolvimento da publisher algumas vezes restringe os estúdios ao ponto de que não possuem o controle de suas próprias IPs. Por exemplo, a decisão de fazer a sequência de um jogo caberia totalmente a publisher, restrição essa que não agrada a Platinum Games.

“Para realmente ter controle daquilo que você fez, você precisa financiá-lo e fazê-lo por conta própria,” explicou Inaba. “Isso lhe dá muita liberdade, muitas opções diferentes. É por isso que se você é uma desenvolvedora do nosso tamanho, você gostaria de adotar mais auto-publicação e auto-financiamento.”

Kamiya complementou dizendo que a Platinum Games tem “a confiança e desejo egoísta” de ter o controle de seus próprios projetos, e não quer ser atolada por frustrações e controles por parte da publisher.

“Mesmo quando eu estava fazendo o primeiro Bayonetta, havia algumas frustrações que estavam ocorrendo entre não financiá-lo nós mesmos e ser controlado em certas áreas por outras companhias,” revelou.

Talvez o cancelamento de Scalebound por parte da Microsoft, que estava sendo feito pela Platinum, tenha sido a gota d´água para que o estúdio se organize de modo que no futuro possa bancar e lançar seus jogos por conta própria.

Via PSLifeStyle