Share Button

Após a Epic Games conseguir uma grande vitória em sua disputa contra o Steam, a saga de polêmicas sobre o assunto continua com força total. Devido ao acordo de exclusividade de “Metro Exodus” com a Epic Games Store, muitos usuários da plataforma da Valve não ficaram satisfeitos… e acabou sobrando até para os outros dois games da franquia – “Metro 2033” e “Metro Last Light”.

Os dois títulos receberam uma grande quantidade de análises negativas por parte dos usuários graças ao novo acordo comercial da empresa. O espaço é originalmente cedido para os jogadores compartilharem suas experiências com os produtos, mas vez ou outra acaba sendo utilizado como forma de protesto pelos mais diversos objetivos.

A situação estava tumultuada, mas sem novidades até então. O problema começou a tomar proporções maiores quando um rapaz com o nick “scynet” foi ao “Gameinator”, um fórum russo, identificando-se como um dos membros de produção do “Metro Exodus”, e afirmou estar muito chateado com a situação – informando ainda que se este comportamento continuar e futuros compradores boicotarem o seu próximo lançamento na Epic Store, o produto passará a ser exclusivo dos consoles.

Nada foi confirmado oficialmente e tampouco podemos saber se o sujeito é, de fato, um membro da equipe em questão; contudo, não deixa de ser um reflexo de todo tumulto gerado nos últimos dias devido ao acordo entre as empresas.

Tentando evitar futuras retaliações similares, Tim Sweeney, criador da Epic, forneceu uma função diferenciada na sua plataforma: o desenvolvedor pode escolher qual item da sua autoria pode receber, ou não, análises de usuários. 

Muitos clientes mais enfurecidos ainda estão acusando Sweeney de calar o consumidor, mas o profissional afirma ser uma medida com o único objetivo de combater protestos em uma área designada apenas para experiências pessoais diretas com o jogo – e não para protestos, por mais válidos que eles sejam.

Com todos os problemas e contrariedades, “Metro Exodus” será disponibilizado no dia 15 de fevereiro para PC, PlayStation 4 e Xbox One.