Share Button

O Wii U tem um horrível, lento processador“. Foi com essa forte declaração que Oles Shishkovtsov, diretor técnico de “Metro: Last Light“, explicou o porquê de a produtora 4A Games desistir da idéia de levar o jogo de tiro para o console da Nintendo.

Nós demos uma olhada nele e pensamos que talvez pudéssemos fazê-lo, mas a julgar pelo impacto que faria na qualidade geral do jogo – potencialmente para o seu prejuízo -, nós simplesmente percebemos que não valeria a pena no momento“, argumentou Shishkovtsov.

No entanto, o desenvolvedor admite que pode mudar de ideia no futuro. “Isso é algo que nós poderemos voltar atrás. Não posso fazer qualquer promessa, entretanto. Nós demos uma olhada inicial no Wii U, mas devido ao tamanho do time e, em relação a nossa posição inicial, desenvolver para o PlayStation 3 é uma adição significativa“, concluiu.

[nggallery id=172]

Apocalipse soviético

Sequência de “Metro 2033“, de 2010, “Metro: Last Light” continua de onde seu antecessor terminou, mostrando a vida nos túneis subterrâneos de Moscou, séculos depois de um apocalipse nuclear.

Lá, os sobreviventes se organizaram em cidades-estado e lidam com monstros que vagam pelos túneis e só os mais corajosos – ou insanos – se arriscam em aventuras pela superfície.

O game alia o tiroteio com mecânicas de furtividade e outras habilidades. Os inimigos humanos terão padrões de comportamento bem definidos, o que estimula uma abordagem furtiva por parte do jogador.

O jogo tem previsão de lançamento para março de 2013 em versões para Xbox 360, PC e PlayStation 3.