Share Button

A Sony afirmou que há uma demanda “muito considerável” pelo PS5 na pré-venda, conforme dito por Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, em entrevista à Reuters.

Segundo o executivo, as vendas antecipadas do PS5 nos Estados Unidos alcançaram números de vendas que o PS4 levou 12 semanas para conseguir.

“A demanda conforme expressada pelo nível da pré-venda tem sido muito, muito considerável,” disse Ryan.

Ryan acredita que pelo fato da demanda do PS5 estar muito alta, nem todos que querem comprar um no lançamento irão conseguir fazer isso. Além do mais, a pandemia de COVID-19 prejudicou as redes de varejo e cadeias de produção em todo o mundo, o que pode afetar negativamente o número PS5 disponíveis em novembro e dezembro.

“Pode ser que nem todo mundo que queira comprar um PS5 no dia do lançamento consiga encontrar um,” disse Ryan, afirmando também que a empresa está “trabalhando o máximo que podemos” para garantir que haja videogames suficientes para a temporada de final de ano.

O PS5 será lançado no dia 12 de novembro nos EUA, Japão, Canadá, México, Austrália, Nova Zelândia e Coreia do Sul, e no dia 19 de novembro no Brasil, Europa, Oriente Médio, América do Sul, Ásia e África do Sul.