Share Button

Após uma investigação completa, a ESL finalmente emitiu uma decisão competitiva, não encontrando evidências de manipulação de resultados em uma partida entre Black Dragons e FaZe Clan em abril.

O ex-analista da Black Dragons Thiago “thyy” Nicézio acusou a FaZe e a BD de manipulação de resultados durante o campeonato da R6 Pro League. Thyy compartilhou as evidências que ele tinha para provar a culpa das organizações, porém a ESL não achou provas suficientes para culpar as organizações.

“A ESL decidiu punir o Thyy por conduta antidesportiva e fornecer informações enganosas”, diz o comunicado. Além da punição para Thyy, a Black Dragons vai perder 20% em premiação do torneio.

A decisão da ESL também disse que não havia “provas concretas” para provar as alegações de manipulação de resultados. Como nenhuma evidência sólida foi apresentada, o FaZe ficará impune.

Em comunicado em sua rede social, Pings que é Co-fundador da Black Dragons comentou sobre o caso:

“Gostaria de dar algumas explicações rápidas: Fomos punidos, perdemos 20% da premiação e nosso jogador GDN recebeu uma multa. A ESL não tomou essa decisão de uma hora para a outra: foram vários dias de julgamento, analisaram todas as provas e entrevistaram nossos jogadores e staff pessoalmente e INDIVIDUALMENTE, tanto a Ubi quanto a ESL.

Estávamos dispostos a aceitar a decisão que nos fosse dada, já tínhamos conversado com possíveis substitutos, mas não existem provas de que houve um matchmaking. Na verdade, é impossível haver um matchmaking de algo que está no futuro e ainda não aconteceu. Não existe também nenhum áudio ou texto com os jogadores da Faze e também nenhum dinheiro envolvido em toda essa história.

A BD foi punida por comportamento antiesportivo, o que de fato existiu. Ficamos feliz com isso? Óbvio que não. Concordamos? De maneira alguma. Brigamos muito e tomamos as decisões que acreditamos serem as mais corretas.

Poderíamos ter mantido o afastamento do GDN? Sim, mas só nós (Eu e Cherry) estávamos lá durante todo esse tempo para tomar a decisão certa. Fomos nós que conversamos por mais de 10 vezes com o GDN e toda a equipe. Fomos nós que ouvimos suas palavras, suas confissões e explicações, que vimos suas lágrimas e a tristeza em seus olhares.

GDN saiu de sua casa e abandonou os estudos para viver um sonho. Ele tomou multa, sofreu ameaças de vida e teve sua família xingada e humilhada. Pense 2 vezes antes de desejar o mal de uma pessoa por “puxar um cabo”, principalmente sem estar 100% por dentro do assunto.

Além disso, estávamos dias do fim da janela de transferência. A gente ganha 20x menos que os times gringos e não podemos simplesmente contratar quem a gente quer, quando a gente quer.

Torcida, confie em nós, vamos sempre tomar a melhor decisão possível diante das circunstâncias. Ignorem os haters, ignorem jogadores e staffs antiprofissionais que fazem de tudo pra ganhar alguns seguidores. Prefiro ficar aqui com meus 8k de pessoas que me seguem porque me admiram pelo que sou de verdade”.