Share Button

O filme da “Mulher-Maravilha” já está em cartaz e tem agradado muita gente – aproveite e veja o que achamos dele em nossa crítica – anunciando uma nova era para os filmes estrelados por super-heroínas – Capitã Marvel, Batgirl, Sereias de Gotham, Gata Negra & Silver Sable são alguns dos projetos já confirmados para os próximos anos!

Mas antes desse provável sucesso da DC Comics, outras “meninas super poderosas” tentaram a sorte nas telonas – e geralmente com resultados bem duvidosos. Confira conosco quais foram esses filmes e algumas curiosidades sobre eles:

Supergirl – 1984

Lançado em 19 de julho de 1984, Supergirl foi o primeiro filme de uma super-heroína nas telas dos cinemas, pegando carona nas produções estreladas por Christopher Reeve – até então havia três deles. Reeve inclusive iria fazer uma breve aparição em Supergirl, mas desistiu na última hora. A ideia era lançar uma série de filmes com a prima do Superman, mas como a primeira tentativa foi um grande fracasso de bilheteria, essa ideia foi deixada de lado. O longa arrecadou apenas U$ 14 milhões, de um orçamento de US$ 35 milhões – Superman: O Filme, arrecadou mais de US$ 300 milhões, só como comparação.

A atriz Helen Slater, uma total desconhecida, fez sua estreia no cinema como a protagonista – mas atrizes mais conhecidas como Demi Moore e Brooke Shields fizeram testes para o papel principal. No elenco estavam também os conhecidos Peter O`Toole como Zaltar, Mia Farrow no papel de Alura, Faye Dunaway interpretando Selena e Marc McClure reprisando seu papel de Jimmy Olsen dos filmes do Superman – Dunaway e O’Toole foram indicados para o Framboesa de Ouro como pior atriz e ator do ano. A direção ficou a cargo de Jeannot Szwarc, que já havia passado por vários seriados famosos como Baretta, Columbo, O Homem de Seis Milhões de Dólares, entre vários outros. Na atual série da Supergirl (Melissa Benoist), Helen Slater voltou ao mundo dos super-heróis interpretando a mãe da heroína.

Mulher-Gato – 2004

Vinte anos depois a Warner tentou novamente, desta vez com a anti-heroína Mullher-Gato, em um filme dirigido pelo desconhecido Pitof (Alien – A Ressurreição). Originalmente, ainda em meados dos anos 90, o filme solo da Mulher-Gato tinha Michelle Pfeiffer reprisando seu papel em “Batman: O Retorno” e Tim Burton como diretor. Por vários anos o projeto ficou enrolado, Pfeiffer e Burton pularam fora do barco e as atrizes Ashley Judd e Nicole Kidman foram alguns dos nomes cotados para viver a personagem principal, até Halle Berry ser a escolhida – até então ela já tinha estrelado, de forma bastante competente, dois filmes dos mutantes X-Men como a Tempestade. Além dela, constam no elenco Sharon Stone como a vilã, Benjamin Bratt, Lambert Wilson, Frances Conroy, e Alex Borstein.

O filme é vagamente baseado no universo da personagem ou ainda do Batman, trazendo uma versão diferente da Mulher-Gato de Pfeiffer (a personagem de Berry morre, mas é ressuscitada por gatos egípcios que concedem a ela habilidades super-humanas de gato). Com um orçamento de US$ 100 milhões, arrecadou cerca de US$ 80 e é considerado um dos piores filmes de todos os tempos. Atualmente a vaga para a personagem está aberta para o filme “Sereias de Gotham”, que contará também com Arlequina (Margot Robbie) e Hera Venenosa. O filme da Mulher-Gato teve a honra de ser indicado para sete prêmios Framboesa de Ouro, dos quais ganhou nas categorias de Pior Fotografia, Pior Atriz, Pior Diretor e Pior Roteiro. Hale Berry inclusive compareceu (algo raro) na “premiação” para receber a sua Framboesa, com direito a um discurso épico de agradecimento, confira abaixo:

Elektra – 2005

Em 2005 foi a vez da Marvel/Fox de presentear os fãs com a bomba “Elektra”, filme dirigido por Rob Bowman e trazendo a bela Jennifer Garner na pele da ninja assassina criada por Frank Miller nos quadrinhos do Demolidor – que ganhou seu próprio longa em 2003 com Ben Affleck, o atual Batman, no papel principal. Apesar de bastante criticado, o filme do Demolidor arrecadou cerca de US$ 180 milhões, com um orçamento de US$ 78 milhões, o que incentivou a produção de Elektra – afinal, os produtores só querem saber de $$$ dentro dos cofres, e não das críticas.

Mas, diferente do Homem Sem Medo, o filme da Elektra foi um fracasso de crítica e bilheteria, conquistando apenas US$ 56 milhões de um orçamento de US$ 43 milhões. Curiosamente, antes de Garner ganhar o papel no filme do Demolidor, muitas atrizes famosas foram cotadas para a personagem, entre elas Penélope Cruz, Salma Hayek, Natalie Portman, Lucy Liu, Jessica Alba e Katie Holmes. Uma participação de Ben Affleck como Matt Murdock chegou a ser filmada, mas não apareceu na edição final do filme – mas foi incluída como uma das cenas deletadas no DVD e introduzida na versão do diretor. Atualmente a personagem é interpretada pela atriz Élodie Yung na aclamada série do Demolidor da Marvel/Netflix.