Share Button

Resident Evil: O Capítulo Final” foi bastante detonado pelos críticos em geral (inclusive pelo nosso colega Eduardo Farnezi, que deu nota 1,0 em sua crítica), mas ironicamente é a produção de maior bilheteria de toda a franquia no cinema.

Nos EUA ele rendeu apenas US$ 26,7 milhões (o menor valor da série no país), mas na China arrecadou impressionantes US$ 94,3 milhões em seu fim de semana de estreia, e após três semanas em cartaz, ultrapassou a marca de US$ 151 milhões no país.

A bilheteria mundial está agora com mais de US$ 306 milhões arrecadados, desbancando “Resident Evil: Afterlife” do primeiro lugar (US$ 300 milhões). Comparado com os filmes de super-heróis, que facilmente arrecadam o dobro desse valor, parece ser pouca coisa, mas vale lembrar que o orçamento de RE6 foi de apenas US$ 40 milhões (um filme para começar a gerar lucro tem que ter o dobro do seu orçamento em bilheteria).

Dos filmes baseados em videogames, RE6 está em quarto lugar no ranking, logo atrás de “Prince of Persia” (US$ 336 milhões), “The Angry Birds” (US$ 349) e “Warcraft” (US$ 433). É improvável que alcance o filme dos orcs, mas pode ainda ultrapassar os outros dois.