Share Button

No final de semana foram divulgadas muitas informações relacionadas com a Capcom, que sofreu um ataque hacker no começo de novembro, que ocasionou o roubo de vários dados sigilosos da empresa.

Entre aquilo que foi divulgado na internet via 4chan, ResetEra e Reddit, estão imagens as quais dizem que Resident Evil Village sairá no final de abril de 2021, será lançado também para PS4 e Xbox One, virá dublado em português e terá uma demo jogável antes do lançamento.

Outro detalhe interessante é que haverá um novo Resident Evil multiplayer, chamado internamente pela Capcom de Project Highway/Village Online, e que será uma espécie de Battle Royale.

Mais dados divulgados pelo vazamento incluem:

  • Ace Attorney Collection para PS4 e Switch, com os três primeiros jogos da série e The Great Ace Attorney
  • Uma nova IP para Switch cujo codinome é “Guillotine”
  • Monster Hunter Rise será lançado para PC em outubro de 2021
  • Monster Hunter Stories 2 para PC e Switch em junho de 2021
  • Resident Evil 4 VR sendo desenvolvido para Oculus VR
  • Um novo jogo de tiro multiplayer intitulado “Shield”, voltado para streamers e previsto para 2022
  • Os códigos-fonte de Devil May Cry 2 e Umbrella Chronicles
  • Stadia pagou US$ 10 milhões à Capcom para trazer Resident Evil 7 e Village na plataforma
  • Sony pagou US$ 5 milhões por Resident Evil 7 em realidade virtual no PlayStation VR, além da exclusividade temporária da demo e DLCs.

Concluindo, a Capcom soltou um comunicado oficial a respeito do ataque hacker e informou precisamente como a empresa foi comprometida. Além das informações dos jogos, há também dados de milhares de ex-funcionários, candidatos a vagas de emprego, acionistas, membros do site de eSports, membros da Capcom Store e de pessoas que contataram o SAC da empresa no Japão, que podem ter sido roubados pelos bandidos, membros de uma organização criminosa chamada Ragnar Locker.