GamesNotícias

Returnal, exclusivo para PS5, ganha mais um trailer focado na história

Share Button

A Sony e a desenvolvedora Housemarque disponibilizaram um novo trailer para Returnal, próximo lançamento exclusivo para PS5 que chegará em 30 de abril.

O vídeo foca na história, que de acordo com a Housemarque é misteriosa e assustadora em diferentes camadas e internalizadas em um roguelike frenético.

Tudo começa quando Selena, uma astronauta da organização greco-americana ASTRA, embarca em uma missão secreta não-autorizada no planeta alienígena Atropos. Procurando pela transmissão da “Sombra Branca”, a nave cai na floresta, onde ela encontra ruínas de uma civilização extraterrestre e descobre outros perigos do local.

Todos os detalhes podem ser lidos abaixo. Tome cuidado com os spoilers!

1. Uma missão de reconhecimento não autorizada que deu errado
Nossa história segue Selene, uma exploradora grego-americana da ASTRA patrulheira do espaço profundo, uma personagem complexa e em camadas que é levada a uma falha, inteligente e engenhosa. Pela primeira vez em sua carreira, ela vai contra as ordens e viaja para o planeta alienígena Átropos, para seguir o sinal de transmissão da “Sombra Branca”. Ao chegar, ela cai em uma floresta. Aqui ela descobre as ruínas de uma civilização alienígena cheia de estátuas, portões, xenotecnologia e cadáveres alienígenas. Mas ela não está sozinha. A superfície do planeta está repleta de criaturas hostis que atacam Selene, bem como outras ameaças deixadas pelos antigos habitantes do mundo.

Em Átropos tudo é hostil, estranho ou misterioso, deixando Selene como um de nossos únicos elementos humanos. Por isso, é importante para nós que nossa personagem seja atraente e complexa, alguém pela qual os jogadores torçam e queiram entender melhor. Estou muito feliz em compartilhar que Selene é dublada em uma performance crua e fundamentada de Jane Perry (recentemente Diana Burnwood na Trilogia Hitman), enquanto sua aparência e captura facial são interpretadas por Anne Beyer.

2. Como o mundo muda para desafiar você
Durante sua primeira patrulha, Selene examina a xenotecnologia, se defende e encontra recursos úteis, mas eventualmente sucumbe aos elementos e morre apenas para despertar novamente na cabine de sua nave momentos antes do acidente. Ao deixar o local do acidente, ela descobre que o mundo mudou seu ambiente, tornando sua jornada para o sinal de “Sombra Branca” diferente a cada ciclo e renascimento. É um ciclo sem fim, onde nem mesmo a morte é uma fuga.

Com Selene, os jogadores descobrem este mistério juntos e têm que lutar contra as criaturas, armadilhas, perigos e elementos mais hostis de Átropos. É uma história que você deve reconstituir com Selene e interpretar através de nossos ambientes, design de som e elementos de história puros. Mostramos alguns desses ambientes em nosso trailer da história e ainda há mais ambientes e criaturas exclusivos para explorar, entender e superar em Returnal.

Cada ambiente é um local especial que tem novas criaturas para encontrar, mais histórias para descobrir e diversas coisas. Como se pode ver no trailer, as Ruínas Abandonadas são uma floresta opressiva parecida com um labirinto, cheia de restos da civilização alienígena que se reorganiza como um quebra-cabeça a cada ciclo. Em comparação, os Ermos Carmesins são o deserto vermelho aberto com novas ameaças hostis e camadas de história para descobrir.

Cada local em Átropos muda a cada morte e renascimento, dando a Selene e aos jogadores um novo desafio a cada retorno. Felizmente Selene é muito engenhosa e pode utilizar a xenotecnologia para encontrar atalhos, enquanto faz progresso permanente graças a certos itens que resistem ao ciclo. Outros itens também permitem que ela lute mais e mais fortemente a cada ciclo.

3. Reviva outros ciclos que não sejam seus
Durante a sua jornada por Átropos, você descobre a história da civilização alienígena por meio de um conjunto de estátuas holográficas, chamadas de Xenoarquivos, e as escritas perturbantes encontradas em Xenoglifos, que contam a mesma história, mas de outro ponto de vista. Os Xenoarquivos são puramente visuais e precisam ser decifrados, enquanto os Xenoglifos são escritos e precisam ser traduzidos por meio de amostras de linguagem coletadas em Átropos. É uma nova maneira de contar uma história e estamos muito animados para ver os jogadores tentarem descobrir os mistérios desta civilização alienígena.

Como mostrado em nosso trailer, Selene também descobre seus próprios cadáveres de patrulhas em Átropos. Esses cadáveres podem apresentar projeções da morte de outros jogadores (por meio de nossos sistemas online), ou Registros de Áudio de Patrulhas que foram deixados para trás por outras versões de Selene, que ela não consegue se lembrar de ter gravado. As projeções mostram as mortes de outros jogadores em Returnal, na conclusão você pode decidir limpar os restos em busca de itens ou vingar sua morte, desencadeando eventos que são melhor descobertos quando você joga. O conteúdo da história dos registros de áudio é uma narrativa feita à mão, enquanto as projeções são todas criadas por meio da morte de outros jogadores e encontradas em todos os ambientes em Returnal.

4. Descubra um mistério mais profundo na primeira pessoa
Por último, mas não menos importante, como você pôde perceber em nosso trailer, Selene também descobre uma casa misteriosa que é estranhamente familiar. Returnal é principalmente uma experiência de ação em terceira pessoa, mas Selene e os jogadores também podem escolher entrar nesta casa em Átropos em sequências atmosféricas de história em primeira pessoa, onde ela confronta os eventos estranhos e familiares dentro de si, e precisa juntar…

Então Returnal não é apenas um thriller de ação, estilo sci-fi obscuro e roguelike. Também temos uma história cinematográfica ousada, sombria e nova para contar. É um mistério para decifrar e repetir, assim como nossa mecânica de jogo, em cada ciclo. Para mim, é uma história sobre autodescoberta, progresso e quebra dos ciclos em que nos colocamos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo