Share Button

A desenvolvedora Techland mostra que não está para brincadeira com seu novo game Dying Light 2, querendo trazer uma história muito melhor do que a fornecida no jogo anterior.

Para isso, ela contratou o talentoso designer Chris Avellone, que trabalhou em Fallout: New Vegas, e os ex-roteiristas da CD Projekt Red que trabalharam em The Witcher 3, incluindo a inesquecível missão do Barão Sangrento, considerada por muitos jogadores como uma das melhores do jogo.

“Isso é muito ambicioso, então sabíamos que precisávamos de ajuda,” disse a Techland ao VG247 na E3. “Então pedimos a Chris Avellone, mestre das narrativas não lineares a nos ajudar com este desafio.”

“Também obtivemos ajuda adicional na forma da ex-equipe de roteiristas de The Witcher 3. Estes caras foram responsáveis por algumas das melhores quests daquele jogo, incluindo a do Barão Sangrento. Todos estes caras estão trabalhando duro para criar uma narrativa – é como jogar com um quebra-cabeça.”

Adicionalmente, foi revelado que Dying Light 2 será quatro vezes maior que o original e o mundo do jogo será moldado pelas escolhas dos jogadores.

“A medida que você joga o game, você irá se esbarrar com muitos dilemas difíceis e precisará tomar decisões difíceis por meio da jogabilidade, diálogo e exploração. As escolhas que você fizer irão transformar o mundo a sua volta,” disse a Techland.

Dying Light 2 está sendo desenvolvido para PS4, Xbox One e PC.