Share Button

Com a queda do embargo de Resident Evil 3, as análises e vídeos do jogo começaram a ser publicados, e com isso foi revelado que o antigo CEO da PlatinumGames, Tatsuya Minami, foi um dos principais responsáveis pelo game. Conforme é possível ver nos créditos de Resident Evil 3, Minami foi o produtor executivo do jogo.

De acordo com fontes do site VideoGamesChronicles, a M-Two Inc, estúdio fundado há alguns anos com apoio da Capcom e que possui outros ex-funcionários da Platinum, atuou como uma produtora de suporte em Resident Evil 3, mas está trabalhando como a principal desenvolvedora de outro remake para a Capcom. Adicionalmente, segundo o insider AestheticGamer, não se trata nem de Dino Crisis ou Resident Evil: Code Veronica e o lançamento ocorrerá em 2022 “se tudo der certo”.

Minami já tem uma história com a Capcom, onde trabalhou em Street Fighter II Turbo, Super Ghouls’n Ghosts, e nas franquias Resident Evil, Mega Man e Devil May Cry. Ele saiu da empresa e formou a ODD Ltd em 2006, que fundiu-se com a SEEDS Inc para formar a PlatinumGames, onde foi presidente até 2016, quando saiu de lá. A M-Two foi criada no ano seguinte com ajuda financeira da Capcom.

Sua produtora, M-Two Inc, tem esse nome porque ele queria que seu antigo colega e criador de Resident Evil, Shinji Mikami, se juntasse a ele nessa empreitada. Daí o nome M-Two (Minami e Mikami). Contudo, o designer de Resident Evil preferiu ficar na Tango Gameworks, onde criou a franquia The Evil Within.