Share Button

Uma das grandes características da Nintendo nesses últimos anos era o seu enfoque em jogos casuais, ou seja, títulos acessíveis para pessoas com interesse passivo em videogames. Mas isso está para mudar. De acordo com o lendário Shigeru Miyamoto, diretor criativo da Nintendo, a empresa não está mais interessada em produzir games para o público casual e sim em fazer jogos para os “jogadores hardcore“, ou seja, para o público mais tradicional dos videogames.

A revelação foi feita em entrevista para a conceituada revista britânica Edge e o famoso gamer designer explicou que a companhia quer canalizar seus recursos para criar conteúdos para fãs apaixonados por videogames.

“São o tipo de pessoa que, por exemplo, preferem assistir um filme ou que gostariam de ir para a Disneylândia. Sua atitude é ‘tudo bem, eu sou o cliente. Você é obrigado a me entreter'”, disse ele em relação ao público casual. “Elas acreditam que, devido ao fato de serem consumidores, somos forçados a entretê-las. É um tipo de atitude passiva que eles estão tomando e, pra mim, isso é patético. Eles não sabem o quanto é interessante você dar um passo adiante e tentar desafiar a si mesmo [com jogos mais avançados]”, acrescentou.

Miyamoto explicou que na geração passada – do Wii e DS – a Nintendo esforçou-se ao máximo para expandir o número de jogadores, e que agora graças aos dispositivos móveis, o mercado de jogos casuais é algo bem comum. “É uma coisa boa para nós, porque não temos mais que nos preocupar em fazer jogos que são relevantes para o cotidiano geral das pessoas”.