GamesNotícias

Six Days in Fallujah, cancelado pela Konami em 2009, ressurge e será lançado este ano

O jogo Six Days in Fallujah, ambientado durante a Segunda Batalha de Fallujah, ocorrida em 2004 na Guerra do Iraque, está de volta após ter sido cancelado pela Konami em 2009.

Na época, a empresa japonesa havia decidido não lançar mais o jogo por causa do feedback negativo que o game recebeu nos Estados Unidos, especialmente por parte da imprensa tradicional. A desenvolvedora responsável por ele na época era a Atomic Games, que estava colaborando com soldados do exército americano para contar de forma autêntica o que ocorreu na batalha de Fallujah.

Agora, vários anos depois, Six Days in Fallujah retorna como um jogo de tiro militar tático baseado em eventos reais, em desenvolvimento por ex-veteranos da Bungie que trabalharam em Halo e Destiny.

Quem está cuidando do projeto é a empresa Victura, fundada em 2016 pelo ex-CEO da Atomic Games, Peter Tamte, com a Highwire Games estando nas rédeas do desenvolvimento. O estúdio foi criado por Jaime Griesemer, designer chefe dos Halo e Destiny originais, Marty O’Donnell, diretor de áudio e compositor de Halo e Destiny, e Jared Noftle, co-fundador da Airtight Games.

De acordo com a nota divulgada para a imprensa, os desenvolvedores estão trabalhando com fuzileiros da linha de frente e soldados que lutaram na Batalha de Fallujah, com mais de 100 fuzileiros, soldados e civis iraquianos que estavam presentes, compartilhando suas histórias, fotos e lembranças. O jogo incluirá imagens de entrevistas documentais originais.

Six Days in Fallujah chegará para PC e consoles ainda em 2021.

Via Eurogamer