Share Button

the-last-guardian-qualidade-comprometida-ps3

Shuhei Yoshida, presidente da Sony, afirmou em uma entrevista ao site GamesIndustry que The Last Guardian no PS3 não estava do jeito que desejavam e, por isso, trocaram sua plataforma para o PS4.

“O trailer que mostramos [na E3 2009] estava rodando na engine mas não com boa performance; o jogo tinha uma taxa de quadros muito mais baixa então aceleramos o vídeo para parecer que estava rodando a 30 fps,” disse Yoshida. “Mas a equipe lutou muito para conseguir fazer o jogo rodar na performance necessária e algumas características foram perdidas então haviam muitos desafios técnicos pelos quais eles estavam passando.”

Em 2012, o PS4 seria lançado um ano depois, então Yoshida e a Sony perceberam que tinham de tomar uma importante decisão em relação ao jogo.

“Com o sistema [de desenvolvimento do PS4] disponível se tornou aparente para nós que não podíamos continuar dessa forma em relação ao ritmo de desenvolvimento,” disse Yoshida. “Nós sabíamos que teríamos de comprometer o design ou o escopo ou o número de personagens se continuássemos no PS3. Então para realizar a visão [do jogo] nós dissemos, ‘Vamos fazer no PS4.'”

Yoshida disse também que após a decisão, a equipe de engenheiros ainda tinha muito trabalho a fazer para optimizar The Last Guardian no PS4.

“Eles gastaram muito tempo optimizando no PS3 mas aquela é uma arquitetura realmente única, então tudo meio que precisou ser refeito para o PS4,” disse Yoshida. “Isto levou até o ano passado, quando houve um grande progresso. Os fundamentos da arquitetura do jogo estavam prontos então o jogo estava jogável e sendo implementado no PS4.”

Yoshida disse também que foi um alívio finalmente re-anunciar The Last Guardian durante a E3 2015, mas que a equipe está muito feliz com a pressão para com este jogo.

The Last Guardian sai em 2016 para PS4.

Via GameSpot