GamesNotícias

Sony afirma que PS5 com leitor de disco deixará de dar prejuízo à empresa em junho

Durante uma conversa com investidores na última quinta-feira, o presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment (SIE), Jim Ryan, disse que os custos para produzir o PS5 e o valor de venda no atacado chegarão ao ponto de equilíbrio em junho, significando que a partir deste mês o console não vai mais dar prejuízo à empresa em cada unidade vendida, abrindo caminho para que ele comece a dar lucro nos meses seguintes.

“Outra área na qual nos concentramos é a economia do console,” disse Ryan. “Tenho o prazer de dizer que a edição padrão do PS5 terá um ponto de equilíbrio a partir da produção do mês que vem. E a partir daí, projetamos que gradualmente se tornará mais lucrativo.”

Slide incluído na apresentação da Sony para investidores

Ryan ressaltou que a edição padrão do console, com leitor de disco, representa a esmagadora maioria das vendas do PS5. O executivo disse também que a importância dos consoles no modelo de negócios do PlayStation está diminuindo, já que os jogos, serviços e periféricos agora respondem pela grande maioria das vendas da SIE. Os consoles representaram apenas 20% da receita da empresa no ano fiscal de 2020, em comparação com 48% no ano fiscal de 2013, quando o PS4 foi lançado.

A Sony também revelou que entre o lançamento do PS5 e março de 2021, os donos da edição digital do PS5 gastaram 8% mais em jogos completos e DLCs do que os donos da edição padrão com leitor de disco, um percentual “um pouco maior” do que aquele que a SIE esperava.

Via VGC

Artigos relacionados