Share Button

ps-vita-nao-recebera-mais-suporte-no-ocdente

A Sony Computer Entertainment confirmou através de seu presidente e diretor executivo Andrew House, que o PS Vita deixará de receber suporte no ocidente, chamando o aparelho inclusive de “legacy platform”, o que significa que não haverão mais grandes investimentos ou apoio para o portátil fora da Ásia e do Japão. A informação foi dita no Electronics Investor Relations Day 2015, quando House também confirmou que o PS4 não terá muitos jogos first-party em 2015.

Mas o que quer dizer exatamente tudo isso? Na prática, que a Sony continuará a vender o PS Vita enquanto durarem os estoques, e ainda dará suporte na PSN por um tempo, mas não deverão sair novos projetos para ele por parte da empresa.

A notícia não surpreende muito devido à fraca performance do portátil no mercado nos últimos três anos, com exceção é claro no Japão, onde ele possui vendas bastante razoáveis, apesar de inferiores a do seu concorrente, o 3DS.

A Sony não tem ninguém para culpar pelo o fracasso do PS Vita a não ser a ela mesma. Ela nunca deu para o aparelho a mesma atenção que o PSP ou seus consoles de mesa receberam.