Share Button

A Sony anunciou em um comunicado de imprensa publicado em seu site oficial a criação de um fundo no valor de US$ 100 milhões (mais de R$ 520 milhões) para ajudar pessoas ao redor do mundo que estão sendo afetadas pelo novo coronavírus (COVID-19).

O foco deste fundo é auxiliar três áreas específicas: prestar assistência as médicos e profissionais de saúde que estão lutando contra o vírus na linha de frente, dar suporte às crianças e educadores que agora tem de trabalhar à distância e prestar apoio aos membros da comunidade dentro da indústria de entretenimento.

Do total do montante, US$ 10 milhões serão fornecidos ao COVID-19 Solidarity Response Fund, criado pela Organização Mundial da Saúde, assim como os Médicos Sem Fronteiras, UNICEF e Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) para ajudar médicos e outros profissionais da área da saúde. A Sony também trabalhará com seus parceiros externos para ver maneiras de contribuir ao tratamento do novo coronavírus e prevenir que ele se espalhe ainda mais.

Na educação, a Sony verá maneiras de alavancar suas tecnologias para ajudar os educadores a utilizá-las nas atividades educacionais. Nas áreas de música, filmes, jogos e animação, a Sony verá modos de ajudar todos aqueles neste ramo que tiveram seus projetos ou eventos cancelados ou adiados devido a pandemia.

Por fim, o presidente e CEO da Sony, Kenichiro Yoshida, oferece suas condolências a todas as famílias daqueles que morreram por causa da COVID-19 e diz que “vamos fazer tudo que pudermos como uma companhia global para apoiar os indivíduos nas linhas de frente da batalha contra a COVID-19, as crianças que são nosso futuro, e aqueles que foram impactados na comunidade criativa.”