Share Button

George Takei, o ator que eternizou o personagem Sulu na série clássica de “Star Trek“, postou em seu Facebook oficial um longo texto onde fala sobre a versão gay do personagem (feito pelo ator John Cho), como foi revelado recentemente, para o próximo filme da franquia, “Star Trek 3: Sem Fronteiras“.

Quando a notícia saiu alguns dias atrás, Takei inicialmente criticou a mudança na orientação sexual de Sulu, afirmando que isso seria “uma distorção lamentável da criação de Gene Roddenberry”, o que causou estranheza em muitas pessoas, afinal, Takei é assumidamente gay na vida real e os fãs viram essa mudança como uma homenagem ao ator.

No entanto, segundo ele, seu comentário foi tirado de contexto pelo jornalista que publicou sua declaração polêmica. “Eu dei uma longa entrevista por telefone, mas as manchetes foram distorcidas. Aparentemente, a controvérsia aumenta as vendas!“, disse ele.

Deixe-me ser claro: não estou desapontado que há um personagem gay em Star Trek. Pelo contrário, como deixei claro, estou muito satisfeito que a franquia abordou esta questão. É emocionante saber que as gerações futuras verão uma representaçãp LGBTs no universo Trek“, afirmou.

Ele ainda comenta que seria mais empolgante se um novo personagem gay tivesse sido criado, ao invés de reinventado. “Embora compreenda que estamos em uma linha de tempo alternativa [com os novos filmes], para mim parecia menos do que o necessário mexer com um personagem já existente, a fim de cumprir a esperança de um universo verdadeiramente diversificado. E enquanto eu estou lisonjeado que o Sulu, aparentemente, foi selecionado como uma homenagem para mim, isso nunca foi sobre mim ou o que eu queria. Foi sobre ser fiel à visão e narrativa de Gene“.

Por fim, o veterano ator de 79 anos também aproveitou para elogiar o atual intérprete de Sulu e o roteirista do novo Star Trek:

Eu desejo tudo de bom para John Cho no papel que eu já interpretei, e parabenizo Simon Pegg [ator e roteirista de Star Trek 3] em sua ousada e inovadora narrativa. Enquanto eu teria escolhido desenvolver um novo personagem [gay], neste caso, eu entendo perfeitamente e aprecio o que estão fazendo [com Sulu] – como sempre, corajosamente indo aonde nenhum homem jamais esteve“.

Star Trek 3: Sem Fronteiras” chega aos cinemas brasileiros em 1º de setembro. Este ano é comemorado o 50º aniversário de lançamento da franquia.