Share Button

A onda das remasterizações está bastante presente na geração atual, com muitos títulos do passado ganhando versões melhoradas que podem ser aproveitadas por quem os jogou quando foram originalmente lançados, assim como também por aqueles que só ouviram falar desses jogos mas nunca tiveram a oportunidade de experimentá-los. Claro, nem todos os remasters saem como gostaríamos. Alguns inclusive deixam muito a desejar, como foi o caso de Silent Hill HD Collection, que é um verdadeiro desserviço à franquia, repleto de bugs e problemas inexistentes nos jogos originais.

A Blizzard surpreendeu muita gente quando anunciou que faria uma remasterização do clássico Starcraft, um dos seus jogos mais populares. Não apenas o jogo e sua expansão ganhariam gráficos melhorados, como também poderiam ser jogados na resolução 4K, o que aumenta consideravelmente aquilo que você consegue enxergar na tela. Será que o resultado ficou bom como o que esperamos de um estúdio do porte da Blizzard? A resposta você confere abaixo.

Starcraft Remastered traz as campanhas completas de StarcraftBrood War em um único pacote. Todas completamente atualizadas com os novos visuais, que podem ser customizados através das opções de vídeo do jogo. Faltou apenas um local para mudar a resolução. Por causa disso, o game sempre usará aquela que estiver sendo utilizada pelo computador na área de trabalho.

O trabalho feito nos gráficos modernizados ficou incrível. Com as novas texturas, dá para notar detalhes impossíveis de serem percebidos com os visuais originais. Até os retratos animados de cada uma das unidades foram modificados para uma versão atual, mas não de uma maneira muito drástica, pois as animações ainda possuem limitações de quadros por segundo, o que na minha opinião é ótimo pois acabou mantendo a essência deste aspecto do game intacta. Todas estas mudanças estão a sua disposição com o toque de um botão, bastando apertar F5 para alternar entre o visual refeito e o original. E o melhor de tudo isso é que o jogo continua incrivelmente leve mesmo com os gráficos remasterizados. Usando uma GeForce GTX 970 consegui rodar o game em 4K sem nenhum problema.

Todas as telas de vitória, derrota e das salas de conferência antes das missões também foram refeitas e estão com visuais melhorados. Além disso, aqueles textos enormes em fundo preto que surgem após o término de certas fases, agora vem acompanhados de artes. Uma simples adição mas que faz muita diferença, pois querendo ou não acaba chamando mais sua atenção para o que está escrito.

Outro aspecto muito positivo é a dublagem em português, que foi feita do zero para Starcraft Remastered. Com exceção das cinemáticas, que possuem apenas legendas, todo o restante do jogo foi completamente localizado para o nosso idioma, com a atuação de dubladores profissionais que souberam interpretar de maneira impecável seus respectivos papéis no game.

Falando especificamente das cinemáticas, elas são exatamente aquelas dos jogos de 1998 e infelizmente não envelheceram bem. A Blizzard deve ter optado por reusá-las pois fazer novas versões, mais atuais, custaria muito tempo e recursos. Entendo perfeitamente isso, porém, nesse caso eu preferiria que a empresa tivesse substituído elas por algo como, por exemplo, tiras de histórias em quadrinhos contando o que se passa. Seria algo muito mais interessante, ao meu ver.

Na jogabilidade, nada, literalmente nada, foi alterado. O remaster usa as mesmíssimas mecânicas dos games originais. Isso confirma que o foco da Blizzard foi mudar o visual do game, sem mexer naquilo que fez dele um sucesso. Serve também para mostrar aos jogadores atuais como era jogar um título de estratégia há quase 20 anos. A quantidade absurda de micromanagement que é necessário ser feito para movimentar várias unidades em conjunto, pois você não pode simplesmente selecionar todas que quer de uma única vez como ocorre nos jogos atuais. Pegar seu SCV e ordenar ele a fazer automaticamente várias construções em sequência? Nada disso. Aqui você tem de mandar ele construir manualmente uma por vez. Quem é veterano da série se sentirá em casa depois de alguns minutos, mas quem está jogando o game apenas agora por ele ter sido remasterizado, poderá sentir um certo desconforto.

O multiplayer, com direito a uma Battle.net plenamente funcional, está lá da forma praticamente idêntica àquela do passado. Escolha sua região, incluindo as famosas US West e US East, entre no canal BRA-1 e crie ou busque por uma partida. O modo LAN ou rede local, que permite a você montar uma rede na sua própria casa para jogar com seus amigos localmente, também está presente.

Uma cópia digital do game foi fornecida pela Blizzard para análise.