Share Button

Divulgação

De acordo com informações do Eurogamer,  o popular streamer de FIFA RunTheFutMarket, jovem de 21 anos também conhecido como Nick Bartels, iniciou uma série de eventos que revelou como um grupo de jogadores profissionais do jogo de futebol conspirou para se evitarem e tornarem mais fácil ganharem as melhores recompensas no modo FIFA Ultimate Team.

Durante a terceira Weekend League, uma série de 30 jogos nos quais os jogadores se enfrentam para obter as melhores recompensas e prêmios, Bartels estava pronto para chegar aos 100 melhores jogadores do mundo quando a conexão caiu perto do final de um jogo.

Bartels diz que esta perda de conexão foi a sua primeira em 3 anos, o que levantou suspeitas de pessoas a tentarem estragar o seu percurso no FUT. Segundo ele, existem glitches que podem ser usados para forçar os dois jogadores a sair da partida, sendo que o adversário recebe uma derrota, mas quem usa o glitch pode iniciar um novo jogo sem registar essa derrota.

Ele então revelou um vídeo com imagens de jogadores profissionais que comentavam como acabar com a sua trajetória de vitórias, que obteve através de um amigo.

Essas imagens mostram um servidor Discord no qual os jogadores profissionais conspiram para não se enfrentarem durante a Weekend League, mas também para assistirem a streams para procurar adversários e iniciar a procura de partida em momentos oportunos.

Segundo explicado, a maioria destes jogadores profissionais de FUT 20 são dos Estados Unidos e são nomes bem conhecidos da comunidade como Hektic_Jukez, RyanZang99 e NYC_Chris.

Bartels acredita que criadores de conteúdos como ele e Mike LaBelle são visados por estes jogadores devido ao dinheiro, pois se chegar aos 100 melhores, terão mais dinheiro e receitas vindas dos vídeos.

Além disso, ele também alerta que este tipo de comportamentos quebra os termos de serviço e regras estabelecidas pela EA para as suas competições oficiais.

A EA reagiu no dia 1º de Novembro, numa declaração apresentada no seu site oficial e reconheceu a existência deste Discord, o que resultou numa suspensão de dois anos para o popular jogador de FIFA Christopher “NYC_Chris” Holly.

Outros jogadores do canal Discord foram identificados e notificados para cessarem qualquer atividade do gênero. A suspensão de Holy serve como exemplo de que jogadores populares não serão exceção nas punições.

“Quero pedir desculpas ao NYCFC, a EA e fãs e dizer que lamento. Cometi um erro e aprenderei com ele e farei o meu melhor para recuperar a sua confiança”, disse Holly no seu Twitter.

Confira abaixo o vídeo de Nick Bartels, divulgado em 20 de outubro, onde revela todo o esquema: