Share Button

O primeiro The Crew deu o que falar. O jogo dividiu opiniões dos gamers e também da mídia especializada. The Crew 2 é um jogo bem diferente de seu antecessor e veio para mostrar que a série tem fôlego para continuar, deixando os erros do passado de lado. Confira agora nossa análise do título de corrida da Ubisoft que foi lançado para PC, PS4 e Xbox One.

The Crew 2, assim como o primeiro jogo da série, é um game de mundo aberto, mas com uma premissa diferente. A Ubisoft abriu mão de Alex Taylor e/ou de acrescentar outro personagem com história fechada para introduzir um mundo novo: Motornation, um universo repleto de eventos e desafios que explora os quatro cantos dos Estados Unidos em competições veiculares, aéreas e aquáticas.

Após escolher um dos personagens que irá te representar na carreira você começa uma jornada não-linear em busca da fama. Para alcançar o estrelato é necessário vencer corridas, executar manobras aéreas e mostrar que domina as águas, e esta versatilidade de The Crew 2 é a cereja do bolo.

Há vários modos de jogo, chamados de Atividades. No Street Racing há corridas de street race, o popular drift, drag race e hyper cars; em Offroad encontram-se as corridas de rally e motocross; em Freestyle há missões aero acrobáticas, jetsprint (aquáticas) e monster truck. No Pro Racing, como o nome sugere, são as corridas com foco profissional, e por último uma “série televisiva” chamada Live xTrem.

O título não é um simulador, sendo assim, sua jogabilidade é mais acessível e fácil de aprender. Não importa em qual tipo de veículo você esteja, a curva de aprendizagem é rápida. Mesmo não tendo foco na simulação, a Ubisoft preservou alguns elementos que aumentam o realismo, como por exemplo a instabilidade de veículos ao passar pela grama, a diminuição de velocidade ao cortar caminho por uma poça d’água ou ainda a necessidade de fazer uma curva com bastante antecedência ao conduzir um barco, etc.

The Crew 2 tem um mapa extenso, sendo possível atravessar os Estados Unidos de ponta a ponta (aproximadamente 1h15min dirigindo em alta velocidade). Os gráficos estão muito bonitos, bem detalhados e com excelente iluminação. O mesmo pode ser dito dos veículos que são fielmente representados tanto por fora quando por dentro. Para quem gosta de admirar a paisagem, o modo fotografia garante o registro dos momentos mais incríveis que você encontrar no jogo, sem falar que também existem desafios que podem ser cumpridos, como registrar fotos ao lado de animais raros.

Ainda falando em veículos, o que não falta são opções. São 220 carros, 27 motos, 11 barcos, 16 aviões e um helicóptero para se conquistar. Um diferencial é que a troca de veículos é simultânea, sem loadings. Basta escolher a modalidade durante o game e automaticamente você entra em outra a categoria. Embora num primeiro momento pareça um pouco estranho, na prática é muito eficiente, pois isso permite que o jogador ganhe tempo durante a jogatina.

The Crew 2 é um passo importante para a franquia e também para o gênero de corrida. A Ubisoft trouxe uma nova perspectiva na modalidade mostrando que a diversão pode ir muito além das quatro rodas. Sem esquecer do que é fundamental em um jogo automobilístico, a empresa mostrou que há espaço para céu, terra e mar em um único game, de forma competente e divertida para todos.

Uma cópia do game para Xbox One foi fornecida pela Ubisoft para elaboração desta análise.