Games

Toda fanbase é tóxica? Acreditamos que sim e te explicamos a razão! | Opinião

"Mega Drive é melhor que Super Nintendo e é uma verdade absoluta!"

Fãs de Sonic, Mario, Undertale, Steven Universe, Resident Evil, Final Fantasy, Nintendistas, Sonystas, Caixistas… por mais unida que seja a fanbase de algum segmento, quanto mais o tempo passa, mais “tóxica” e divergente ela vai ficando, e podemos comprovar isso com uma simples observação nas redes sociais.

Se lá nos anos de 1990 a rivalidade era entre Mario e Sonic, hoje em dia os fãs discutem se a era clássica ou os jogos mais recentes dos dois personagens são os melhores. Desse modo, vão surgindo diversos subnichos dentro de uma mesma franquia, e eles próprios entram em “guerra” para provar quem tem razão.

Toda fanbase é tóxica? Acreditamos que sim e te explicamos a razão! | Opinião
Resident Evil é uma série que mudou muito sua jogabilidade ao longo dos anos, dividindo a opinião dos fãs (Foto: Reprodução)

Isso vale também para reality shows, fãs de bandas de rock, e vemos aquelas discussões “intermináveis” na internet (às vezes fora dela) onde cada um demonstra, com todos os argumentos “lógicos” e “racionais” do porquê seu ponto de vista é o “certo”.

De quebra, o adversário provavelmente não lerá o textão todo, pegando apenas uma parte do primeiro parágrafo e passando a barra de rolagem em alta velocidade para fazer uma leitura dinâmica e pegar “palavras chaves” numa tentativa de entender, de modo superficial, o raciocínio do colega. O ponto é que você, que não concorda com ele, provavelmente fará a mesma coisa, só não vai admitir.

Por mais que você tenha um discurso de que “passou a sua vida toda consumindo os jogos do Sonic, portanto tem propriedade para falar sobre isso”, “passou a vida inteira jogando Resident Evil, portanto tem propriedade para falar”, a verdade é que você NÃO TEM.

Segundo um artigo da Super Interessante que explica a razão científica pela qual caímos em fake news, o nosso cérebro se sente ameaçado quando novos fatos se apresentam a nós e eles questionam nosso senso de identidade.

A série Sonic é muito conhecida por sua fanbase tão divergente (Foto: Divulgação / Sonic Generations)

Isso significa que quando acreditamos saber tudo sobre determinado assunto, na verdade evidenciamos a falha cognitiva do nosso cérebro, pois não necessariamente buscamos novas informações, mas temos uma “fome insaciável” em procurar novas evidências que reforçam nossas crenças. Chamamos isso de “víeis de confirmação“.

Um fã dos jogos clássicos do Sonic convicto de que a época do Mega Drive é melhor, vai procurar todas as informações possíveis que comprovem o que ele pensa. Quando alguém chega e propõe um pensamento diferente, ele terá suas ideias, gostos e identidade questionados.

Por mais que o discurso não seja esse, uma crítica a algo tão importante a você é levado, mesmo que de modo inconsciente, como um ataque pessoal, e é aqui que a toxicidade começa. Se inicia com pequenos desentendimentos, que evoluem para textões e podem acabar em xingamentos, muitas vezes questionando a profissão da mãe do colega.

Tudo isso acontece em qualquer fanbase pela falta de uma habilidade emocional chamada “tolerância“, e essa só pode ser desenvolvida com um grande esforço interno. Nem sempre as pessoas vão chegar a um acordo sobre determinados assuntos e é necessário entender, depois de um tempo defendendo uma ideia, de que está tudo bem pensar, agir e viver diferente. Não concordar, mas respeitar, é um baita desafio.

As pessoas são diferentes em idades, vivências, e até nas próprias experiências com determinado jogo. Fora suas particularidades, já que uns preferem jogos mais fofos e simplórios, enquanto outros preferem os complexos e sombrios. Isso não vale só para os games, mas para todas as esferas da vida.

Toda fanbase é tóxica? Acreditamos que sim e te explicamos a razão! | Opinião
Final Fantasy passou por muitas transformações ao longo dos anos, e muitos dizem que gostavam apenas na época da “Squaresoft”

Então por isso, nós da Gamehall “batemos o martelo” e entendemos que toda fanbase é tóxica, e se não é agora será em pouco tempo. Sempre será assim porque isso faz parte do ser humano, e só a maturidade que faz a gente entender que o mundo tem espaço para todos e que eles merecem respeito.

Com exceção, é claro, de quem diz que os jogos do Super Nintendo eram melhores que os do Mega Drive na guerra 16 bits. Mega Drive sempre foi muito melhor, sendo uma verdade científica inquestionável e se você pensa diferente, você está ERRADO e posso provar! Não estou opinando, isso é fato!

Artigos relacionados