Share Button

Rainbow Six ficou muito famoso no mundo dos consoles, especialmente pelo seu estilo mais tático de jogo – pense antes e atire depois. Pela primeira vez a Gameloft traz a série para a App Store e, mesmo sendo uma versão mais simplificada, ainda mantém o espírito da Unidade Rainbow.

O time Alfa é representado por 3 personagens, que devem agir para evitar uma ameaça terrorista global. As fases (11 no total) estão espalhadas por vários cantos do globo, como Londres, Hungria e até Amazônia. Isso traz uma grande variedade de paisagens, como cenários urbanos, mansões e uma plataforma de petróleo.

As missões não fogem muito do óbvio – vá do ponto “A” ao “B”, não seja descoberto, desarme uma bomba, salve reféns. Mas todo cuidado é pouco, pois cada sala ou porta deve ser analisada com muito cuidado. Para isso, é possível delegar ações para seus parceiros, como se proteger, abrir portas ou a mais legal, marcar alvos que precisam ser eliminados. Se você é do tipo Rambo, então pode começar a repensar suas estratégias, pois isto não funciona em Rainbow Six. Todos esses movimentos são bem intuitivos e realizados através de ícones presentes no cenário. Outra coisa bacana são as informações do objetivo escritas nas paradas, algo similar a Splinter Cell Conviction.

Fora a parte tática, Shadow Vanguard funciona como um FPS qualquer. Aliás, se você já jogou algum título do gênero da Gameloft, vai se acostumar rapidamente com os comandos, desde um toque na arma para recarregar aos botões virtuais de movimento.

O seu progresso rende pontos de experiência que, por sua vez, lhe dão novos níveis de patente. Isso destrava novas armas e upgrades para as mesmas (como mira laser ou cartuchos com mais capacidade de armazenamento), que podem ser modificadas ou trocadas durante as fases. Isso vale tanto para a campanha como para o divertido modo multiplayer, que suporta até 10 jogadores, offline ou online.

Falando no multiplayer, além da porção competitiva (com 5 mapas no total), há o interessante cooperativo, também local (wi-fi ou bluetooth) ou online, que reproduz todas as fases do modo solo,  mas desta vez com a ajuda de outros dois amigos, o que torna a experiência muito mais divertida.

Graficamente, Shadow Vanguard apresenta um ótimo visual com boas texturas e iluminação, mas a engine da Gameloft já mostra sinais de desgaste, principalmente em se tratando de animações. Personagens se movem como blocos e realizam movimentos bruscos, algo que se nota principalmente nas cenas de corte. Mesmo assim, as gerações mais antigas de iPhone e iPod ficam de fora, algo que está ficando cada dia mais comum.

O que deixa um pouco a desejar é a trilha sonora, com músicas passáveis e repetitivas. O lado bom é a dublagem, presente em quase todos os diálogos, ainda que não mereça nenhum prêmio.