Share Button

Robôs são muito legais, não é? Quem é que não gosta de ver aquelas máquinas de destruição arrasando tudo pela frente, ou se for um robô “bonzinho”, de ajudar as pessoas? Há algum tempo atrás nós fizemos um “Top 10 – Robôs nos Games” e como muitos carinhas metálicos ficaram de fora da lista, estamos trazendo uma Parte 2 agora. Os “filhos da humanidade” já fazem parte da nossa realidade, com robôs e inteligências artificiais cada vez mais aperfeiçoadas, e enquanto ainda não surge um robô psicopata que queira dominar o mundo e ir contra as leis de Isaac Asimov, confira abaixo algumas das máquinas mais mortais (nem todas) que já apareceram nos videogames! E antes de vir com choradeira porque não listamos seu personagem favorito, confira a nossa lista da Parte 1, e então deixe o seu recado!

* Antes que alguém reclame, a imagem dos Daleks é meramente ilustrativa, sabemos que eles não são robôs, mas são mais legais do que os Cybermen!

Bônus Time

Metal Gear Rex e Ray

Eles são enormes, maus e assustadores e dão o nome do jogo estrelado por Snake. Já houve vários Metal Gear, de todos os tamanhos e formas, mas que funcionam com o mesmo objetivo: destabilizar o mundo como uma arma nuclear. Destacamos aqui os modelos Rex (pilotada) e Ray (pilotada e autônoma), que aparecem no primeiro e segundo game da série “Metal Gear Solid”.

10 – Jack (Tekken)

Jack é uma série de robôs que participam do jogo de luta “Tekken”, criado originalmente pela União Soviética. Ao longo da série, vários modelos Jack apareceram, com missões e formas diferentes. Um personagem extremamente forte dentro do jogo.

09 – Dog (Half-Life 2)

Se um cão normal já é considerado o melhor amigo do homem, o que dizer de um cão-robô? E é justamente esse o papel de Dog em “Half-Life 2“, proteger o seu companheiro a todo custo. Sua impressionante força e lealdade fez dele um favorito entre os fãs, que aguardam o seu retorno em um lendário “Half-Life 3”.

08 – Wadsworth (Fallout 3)

Wadsworth apareceu no gigantesco universo de “Fallout 3”, e quem passou por Megaton, certamente deve ter visto este simpático mordomo-robô. Seu grande destaque são as suas piadas macabras, mas ele pode até dar bons conselhos ou, se você quiser, inclusive dar um trato no seu corte de cabelo.

07 – Wheatley (Portal 2)

Inteligente, articulado, e britânico, Wheatley não tem a sagacidade da GlaDOS, mas mesmo assim nós o amamos. Um dos elementos que ajudam a impulsionar a história brilhantemente de “Portal 2“, sempre com diálogos engraçados do seu tempo nos laboratórios Aperture.

06 – Clank (Ratchet and Clank)

Clank, da série “Ratchet & Clank”, ele é um pequeno e fofo robô muito inteligente, amigo de Ratchet (de aparência felina) que ajuda a resolver puzzles e entrar em lugares apertados, além de contar com um monte de apetrechos que ajudam a completar suas missões, e de poder se modificar e se transformar. Um carinha bem útil.

05 – Legion (Mass Effect 2)

Shepard encontra com Legion em “Mass Effect 2”, e ele desempenha um papel fundamental na história épica do jogo. Tecnicamente ele não é um ser, Legion é uma consciência formada por 1.183 programas geth, que habitam uma plataforma móvel. Legion é um bom exemplo do que acontece quando a Inteligência Artificial se torna consciente.

04 – Glados (Portal)

A principal antagonista da série “Portal” ficou famosa pela sua voz robótica feminina junto com um sarcasmo irreverente e uma lábia mentirosa, ao conversar com a protagonista do jogo. Aparece apenas no final do game. Nunca um “lustre” pendurado no teto causou tantos problemas como GLaDOS.

03 – Cait Sith (Final Fantasy VII)

Personagem meio confuso do clássico “Final Fantasy VII“, Cait Sith é um robô (um moogle gordo com um gato com megafone em cima) com uma sofisticada Inteligência Artificial, que é controlado a distância por Reeve Tuesti, um dos executivos da Shinra e que desempenha papel não muito confiável durante o jogo – mas no final acaba ajudando os nossos heróis a salvar o planeta. Apesar de controlado, ele possui uma certa consciência autônoma.

02 – Browny (Contra Hard Corps)

Browny é um dos personagens do excelente “Contra Hard Corps“, lançado para o Mega Drive em 1994, sendo ele o único robô jogável (temos ainda um homem, uma mulher e um lobisomen). Apesar de ser um “anão”, Browny é um dos melhores personagens do game, devido ao grande dano do seu Electromagnetic Yo-Yo contra os gigantescos chefões do jogo, além dele poder pairar no ar e da sua rma Victory Laser ser bem eficiente contra os inimigos normais.

01 – Robo (Chrono Trigger)

E o primeiro lugar do nosso Top 10 fica para Robo, do antológico “Chrono Trigger“, lançado em 1995 para o Super Nintendo. Robo foi criado para destruir os humanos, mas ele renega sua função original e une-se à equipe para ajudá-los. É um dos personagens mais versáteis do jogo, devido aos altos danos que causa nos inimigos. Seu nome real é Prometheus, uma referência ao deus grego que foi punido por Zeus por dar o fogo ao homem. Em uma aventura opcional, Robo é punido por sua criadora, Mother Brain, por ter simpatia pelos humanos. E é isso aí pessoal, esperamos que tenham gostado do nosso Top 10 e até a próxima!