Share Button

Os jogos first-person shooter, ou seja, o famoso tiro em primeira pessoa, estão entre os mais populares do mundo dos eSports. Em tempos em que outras competições esportivas seguem paralisados, os campeonatos dos principais fps do mundo seguem a todo vapor nas próximas semanas.

Para quem curte Call of Duty, Overwatch e Counter-Strike: Global Offensive, uma boa notícia: tem muito confronto importante rolando – todos eles disputados de forma 100% online, é claro.

Já os adeptos do Rainbow Six: Siege conheceram os campeões da principal competição mundial, e teve brasileiro gritando “é campeão” nessa semana.

Preparamos um resumo de tudo que tá rolando e o que já rolou nos principais torneios fps do planeta. Confira abaixo:

Call of Duty

A Call of Duty League, principal competição mundial do jogo da Activision, entra em sua sexta semana com mais uma rodada de mata-mata que já é tradicional do torneio.

Um dos destaques da semana é o duelo entre o líder da competição, Chicago Huntsmen, contra o New York Subliners, um dos lanternas, nesta sexta. A distância na tabela faz da equipe de Chicago ampla favorita para vencer o duelo, com cotações 1.30 nos sites especializados.

Quem passar encara o vencedor da partida entre London Royal Ravens e Atlanta Faze, que duelam também na sexta-feira, com favoritismo dos norte-americanos, que estão na quinta colocação na tabela de classificação, com cinquenta pontos a mais que os ingleses.

Os outros dois confrontos que abrem a sexta semana são Seattle Surge x Los Angeles Guerrillas e Dallas Empire x Optic Gaming Los Angeles. No sábado e domingo, os vencedores avançam para a fase seguinte, enquanto que os perdedores terão uma nova chance na repescagem.

Overwatch

Nesta semana acontece a 11ª primeira semana da Overwatch League, grande torneio mundial do game que está entre os mais populares da atualidade nos eSports. São nove duelos programados para acontecer até domingo.

O fim de semana está repleto de “clássicos” chineses. No sábado, por exemplo, tem Chengdu Hunters x Guangzhou Charge e Shanghai Dragons x Hangzhou Spark. No domingo, os confrontos se invertem: Guangzhou Charge enfrenta Hangzhou Spark e o Chengdu Hunters encara Shanghai Dragons.

A equipe de Shanghai tenta consolidar ainda mais a vice-liderança da Conferência do Pacífico. Os chineses têm 4 vitórias e 1 derrota, e estão atrás da Seoul Dinasty, da Coreia do Sul, que tem 100% de aproveitamento.

Counter-Strike: Global Offensive

A partir do dia 22 de abril, começam as seletivas para o ESL One: Rio Major 2020, que está previsto para acontecer na Cidade Maravilhosa em novembro.

Chamado de Road to Rio, o torneio está separado em 6 regiões: Europa, América do Norte, América do Sul, Oceania, Asia e Comunidade dos Estados Independentes (CIS). Ao todo, são 56 equipes buscando a classificação para o principal torneio da temporada de CS:GO, o fps mais popular das últimas décadas.

Na chave sul-americana, boa oportunidade para acompanhar duas equipes brazucas: a Red Canids, do técnico Ricardo Vaz de Melo (“vaz”) e capitaneada por Renato Nakano (“nak”), e a BOOM Esports, do técnico Alessandro Marcucci (“Apoka”) e do capitão Gustavo Knittel (“yeL”).

Outras duas equipes brasileiras, a Imperial eSports e a Pain Gaming duelam na repescagem por uma vaga na chave principal da Road to Rio.

Rainbow Six Siege

A temporada 11 da Pro League Season conheceu os seus campeões nesta semana. Na chave latino-americana, que só conta com equipes brasileiras, o título ficou com os jogadores da Team Liquid, que terminaram a temporada com 29 pontos, três a mais que a Ninjas in Pyjamas. Como prêmio pela conquista, a Team Liquid leva pra casa US$ 50 mil, enquanto que a Ninjas in Pyjamas fica com US$ 22,500.

A conquista foi consumada após empate contra a Intz por 6 a 6. A Ninjas in Pyjamas acabou derrotada pela FaZe Clan, que terminou em quarto lugar, por 7 a 2.

Na América do Norte, o título ficou com a Spacestation Gaming, que derrotou a Team SoloMid na última rodada por 7 a 5 e tomou a liderança – e a taça – dos rivais. Na Europa, quem levou a melhor foram os alemães, franceses e belgas da Rogue, que terminaram com 28 pontos, 8 a mais que a vice-campeã G2 Esports.